Publicidade

CONTRA O CANTO DO EMA A FORÇA DOS BLOGS

Assisto/ leio atento desde 1972 as intrigas/ mentiras/ brigas  de José Sarney contra governadores indicados/ eleitos. Nas décadas de 70/80 Sarney costumava inicialmente elogiar os indicados- Pedro Neiva, Nunes Freire, João Castelo - em seguida jornais/ rádios/ televisões mentiam(Mirante) e difundiam(Difusora) diuturnamente sobre as administrações dos epigrafados. Era e é um massacre midiático/ panfletário.

Pedro Neiva "começou a murchar" quando não se submeteu ao mando de Sarney, que o pressionava a pagamentos nada republicanos por meio de terceiros- Sarney é a ultima pedra do dominó que pede/bate - para evitar as digitais. Nunes Freire foi alcunhado de "macaco", João Castelo teve o passado como bancário deturpado- Castelo foi gerente de uma Agência do Basa que incendiou. Tudo porque como governadores não beneficiaram Sarney por meio de laranjas.

Vieram os eleitos Luís Rocha/ Cafeteira/ Edson Lobão/ Roseana Sarney/ José Reinaldo/ Jackson Lago. Sarney só não detonou Roseana Sarney por razões óbvias. Cafeteira/ Lobão se "armaram", reversaram-se na compra da Difusora, aluguéis de rádios/ jornais para defenderem os governos. Luís Rocha/ José Reinaldo inicialmente poupados- como sempre nos dois primeiros anos de expectativas de achaques - sofreram nos dois últimos mais do que sovaco de aleijado.      

Jackson Lago apanhou desde o 1º dia de governo. Não reagiu. Cassado, morto, sepultado teve a história de vida misturada a um bando de loquazes corruptos/corruptores que empestaram seu o governo mesmo antes da posse. Flávio Dino reage bem ao "Canto do Ema" quando contorna o bloqueio da grande mídia local pela mídia nacional. A entrevista na Revista Isto É mostra a verdade sobre o passado herdado e iniciativas no presente.

Mas é chegada a hora companheiros blogueiros que desejam o bem do nosso povo, o desenvolvimento do Maranhão. Voltemos as trincheiras contra o inimigo de meio século - a famigerada mídia/ oligarquia Sarney - que mente de forma desavergonhada/ interessada no "quanto pior melhor", como eternos degraus para subirem/ descerem as escadas do Palácio dos Leões. Vamos combater cada mentira com as fundas/ flechas da verdade. A mentira repetida- o "Canto do Ema" - não prevalecerá.    





3 comentários:

Anônimo disse...

Quem és tu , César Belo pra falar de MORAL E UNIÃO DE TODOS, TU que foste LACAIO de Sarney Filho, POR UMA VIDA.

BLOG DO CESAR BELLO disse...

Qual vida? Vamos aos fatos : prestei assessoria de 80/82. Depois ele foi para Brasília e eu para São Paulo. Retornei ao convívio dos Sarney em 1988 para dirigir a FAE, deixando em 1989. Não tem esta história de cargos/funções/nomeações. Se tivesse essa vida toda eles já teriam exposto. Vc deve ser um ressentido. Talvez eu tenha namorado sua mulher e ela lhe disse que eu era bom de cama. Vai aprender a fazer o serviço. Quem sabe a raiva não passe lá, por cá estou o mesmo e não nego fogo de primeira. Pergunta para ela.

Silva disse...

Cesar, você cita todos esses ex-governadores como supostos inimigos do Sarney, haja vista que os mesmos não concordaram com as "mandanças" do pai dessas crianças. Logo, como atribuir a ele todas as desgraças do Maranhão?

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.