LAVA JATO LAVA A LAVA JATO ? ADVOGADO DA ODEBRECHET DIZ QUE PAGOU PARA NÃO SER PRESO À EX-SÓCIO DA MULHER DE SÉRGIO MORO

"Não é muito tempo sem operação?", perguntou o então juiz Sergio Moro ao procurador Deltan Dallagnol em 31 de agosto de 2016, segundo o site The Intercept. "É sim. O problema é que as operações estão com as mesmas pessoas que estão com a denúncia do Lula. Decidimos postergar tudo até sair essa denúncia, menos a op do taccla [Tacla Durán] pelo risco de evasão, mas ela depende de articulação com os americanos (Que está sendo feita)", responde o procurador da Lava Jato. No dia seguinte à divulgação do diálogo, o ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Duran recebeu o UOL no lobby de um hotel de Madri, onde vive desde que deixou o Brasil em decorrência da Operação Lava Jato. 

Investigado pela Lava Jato, Tacla Duran diz ter pago uma primeira parcela de US$ 612 mil ao advogado Marlus Arns, mas afirma que se recusou a pagar o restante. Ele foi preso em novembro de 2016, ao chegar a Madri, e ficou detido por 70 dias. Consultado pela reportagem, Arns não comentou as acusações. A força-tarefa da Lava Jato insiste que o brasileiro é um "fugitivo", mas a Interpol retirou qualquer alerta contra Tacla Duran. Na Espanha, ele vive em liberdade.

As declarações dadas ao UOL também constam de um documento enviado ao Ministério Público da Suíça pelos advogados de Tacla Duran. Na carta, a defesa relata que seu cliente foi vítima de extorsão para não que não fosse detido ou envolvido em delações premiadas de outros suspeitos da Operação Lava Jato. No Brasil, os procuradores da força tarefa rejeitam a versão, e apontam que Tacla é acusado de mais de cem delitos.

Datado de 28 de janeiro de 2019, o documento, obtido pelo UOL, foi uma resposta a questionamentos feitos pela Suíça ao brasileiro, com base em transferências que ele realizou a partir de uma conta no país europeu para o Brasil. "Tacla foi extorquido e ameaçado [...] e temor por sua vida o levou a pagar uma parte da extorsão. O advogado Marlus Arns, que recebeu o pagamento -dinheiro que é apontado como uma das justificativas para o bloqueio das autoridades suíças-- já tinha trabalhado com a mulher do [ex] juiz Sergio Moro, sendo outro sócio o advogado Carlos Zucolotto Junior, que também foi sócio da mulher de Moro, e que hoje trabalha com lobista profissional", dizem os advogados à Suíça, associando a extorsão ao tráfico de influência dentro da operação. 

A Lava Jato lava a Lava Jato? "Lava roupa todo dia/ que agonia. Cada cara representa uma mentira/ quem diria......"



RODRIGO MAIA CHAMA BOLSONARO DE COVARDE POR TABELA : " A DEMISSÃO DE LEVY É UMA COVARDIA SEM PRECEDENTES"

O Presidente da Câmara do Deputados Rodrigo Maia chamou Bolsonaro de covarde por tabela. Maia classificou a demissão de Joaquim Levy da Direção do BNDES de "covardia sem precedentes". Na realidade foi o que denomina-se "caça as bruxas" - aos inimigos ideológicos.

Resultado de imagem para Rodrigo Maia X Bolsonaro chargeResultado de imagem para Rodrigo Maia X Bolsonaro charge

Levy foi ameaçado por Bolsonaro aos gritos - tira esse cara daí/ senão você sai com ele - demitido do BNDES pela escolha/ permanência de Marcos Pinto para Diretoria de Fomento. Pinto esteve no BNDES na gestão petista entre 2007/ 2007. Esse foi o motivo da demissão "sem justa causa".

Resultado de imagem para Rodrigo Maia X BolsonaroResultado de imagem para Rodrigo Maia X Bolsonaro charge


Votação da Reforma desse jeito/ com "caça a bruxas" ? Só se for de sofá da casa de Bolsonaro/ onde pode ter muita "rachadinha" guardada. Mas na Câmara dos Deputados a Reforma da Previdência evoluiu - o Relatório da Câmara dos Deputados é melhor que a proposta original do governo.

O PROTAGONISMO/ ARTICULAÇÃO DE MÁRCIO JERRY : CÂMARA DOS DEPUTADOS VOTA REQUERIMENTO PARA OUVIR O JORNALISTA GLEEN GREENWALD DO INTERCEPT/ BRASIL

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados vota nesta terça-feira (18) um novo requerimento para que o jornalista Gleen Greenwald preste esclarecimentos sobre o vazamento de mensagens que apontam a parcialidade do atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, durante a condução da operação Lava Jato.
Apresentado/articulado na última quinta-feira (13) pelos deputados federais Márcio Jerry (PCdoB-MA), Camilo Capiberibe (PSB-AP), Carlos Veras (PT-PE), Túlio Gadelha (PDT-PE) e Helder Salomão (PT-ES), o pedido cita a necessidade de “dirimir dúvidas sobre a veracidade das denúncias e o conteúdo do material coletado pelo jornalista” como justificativa para a convocação de Grennwald. No documento, parlamentares signatários ainda apontam a “grave violação dos princípios do devido processo legal sem qualquer tipo de distinção, evidenciando a atuação parcial e política de um poder que deveria ser neutro”.

Resultado de imagem para CÂMARA DOS DEPUTADOS

Na última quarta-feira (12), deputados do PSL apresentaram requerimento para convocar o editor do portal ‘The Intercept Brasil, mas o pedido foi retirado de pauta, em uma articulação política de última hora, após os autores do convite receberem o apoio de deputados da oposição.

SALA DE ENTREVISTA RECEBE GLALBERT CUTRIM


LULA LIVRE : FALTAM 8 DIAS PARA O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL JULGAR O HABEAS CORPUS DO EX-PRESIDENTE




DELTAN DALLAGNOL DESMORALIZADO : RECBEU A CONSTITUIÇÃO PARA CUMPRIR FAZER CUMPRI-LA


                      

O maquiavélico Deltan Dallagnol foi desmoralizado em evento privado. Dallagnol pensava que seria exaltado/ foi duramente criticado  por um advogado.

Dallagnol era orientado por Sérgio Moro a ouvir testemunhas/ solicitar mudança de procuradora. Mas no grupo ditava o "quê/ porquê/ como/ aonde".

Será que Deltan Dallagnol tem coragem de andar na ruas? É a "Lava Jato" se lavando dos procedimentos ilegais que prejudicaram a defesa/ julgamento de Lula.

MÁRCIO JERRY PARTICIPA DA ENTREGA DE OBRAS EM MIRADOR E CAPINZAL DO NORTE




A agenda do fim de semana foi cheia para o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB). Em visita às cidades de Mirador e Capinzal do Norte, Jerry participou de para uma série de inaugurações feitas pelo Governo do Estado, entre elas uma Escola Digna.

“Estive em Capinzal do Norte, cidade uma vez mais beneficiada com ações do governador Flávio Dino. Bela praça em frente à Igreja e entrega de uma motoniveladora. Já no povoado Bom Jardim, em Mirador, inaugurações de uma Escola Digna e do Sistema de Abastecimento de Água. Por fim, no povoado Côcos, também em Mirador, ouvimos a comunidade escolar numa verdadeira aula de cidadania. Pais e responsáveis, alunos e professores apresentando reivindicações”, afirmou Jerry.

Em 2019, o Governo do Maranhão tem intensificado os investimentos na Educação. Apenas no primeiro semestre de 2019 foram entregues 58 obras, 29 entregues nos últimos 45 dias. Segundo dados da Secretaria de Educação, o objetivo para o mês de junho é de mais 21 inaugurações, dentro do escopo do Programa Escola Digna, que soma mais de 800 escolas construídas ou reformadas em todo o Estado.


DIRETO DA JUGULAR PARA OS JORNAIS : PROCURADOR VAMPIRO DEIXOU AS DIGITAIS NA FOLHA/ ESTADO DE SÃO PAULO






LEWANDOWSKI : SOCIEDADE TEM O DIREITO DE SABER DE TUDO E JUIZ O DEVER DE SER IMPARCIAL

Sem citar diretamente Sérgio Moro, Deltan Dallagnol ou as denúncias divulgadas pelo Intercept Brasil na última semana, mas respondendo a questões sobre o tema, o ministro Ricardo Lewandowski, do STF, afirmou durante palestra em Salvador (BA) que a sociedade tem o direito de “saber de tudo” e que todo juiz deve agir com imparcialidade.


O evento aconteceu na sexta-feira (14) na Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia.
“O relacionamento de juízes com as partes está bem fundamentado no artigo oitavo do Código de Ética da Magistratura. É só olhar e procurar entender”, disse Lewandowski.

Nota da Caema lista bairros atingidos com a falta d'água — Foto: Divulgação / Caema

EU NASCI ASSIM VOU SER SEMPRE ASSIM: GABRIELA HARDT AQUELA DO "COPIA E COLA" AMEAÇA PROCESSAR QUEM DIVULGAR DE FORMA ILEGAL SUAS MENSAGENS

Em conversas reservadas com colegas magistrados, a Juíza Federal Gabriela Hardt, da 13ª Vara federal de Curitiba, tem dito que se for alvo de divulgação ilegal de suas mensagens vai processar criminalmente o responsável.
O fundamento, na avaliação da juíza, está claro na lei 9.296/96 que trata das interceptações. O Artigo 10 dessa lei diz que “constitui crime realizar interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática, ou quebrar segredo de justiça, sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei”.
Recentemente, Gabriela Hardt teve o seu celular invadido por hackers. Será que ela tem alguma coisa para esconder? Vamos aguardar outros capítulos da The Intercept/ Brasil.


A PETIÇÃO CAPACHO DO "ADVOGADO CONTRÁRIO": EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ PROMOTOR DELEGADO

Um advogado recebeu a alcunha de "Dr. Contrário". Ele é contra tudo/ todos que pensam como o governador Flávio Dino. Oh Coitado!

"Dr. Contrário" que de besta tem só o jeito "em falso de andar"/  chegou ao cúmulo de achar normal juiz orientar o promotor/ as investigações.

"Contrário" em contorcionismos jornajurídicos defende o  conluio/ a perseguição/ desvio de função praticados por Sérgio Moro/ Dallagnol contra Lula.

"Contrário" ao defender Moro/ Dallagnol  por interesse contrariados/ tenta confundir pleito/ (in)deferimento entre operadores do direito com conluio.

É normal/ dever do advogado buscar interlocução com o juiz da causa. Isso não pode ser confundido com "acerto"/ "trânsito" como quer "Contrário".

O juiz não pode orientar/ aconselhar o promotor(artigo 254 do Código de Processo Penal). A nulidade está esculpida no 564 do CPP. Assim "reza" a lei.

"Dr. Contrário" aprendeu com o MPF-MA/ que anulou ato da juíza de Coroatá - aquela que disse que estava descalça/ a vontade na casa de Sarney?

A juíza produziu provas/ com base em notícias "pinçadas" da internet. O MPF-MA independente  não concordou com o ilegal procedimento da juíza.

A ação impetrada por Ricardo Murad irmão da esposa de Fernando Sarney/ irmão do esposo de Roseana Sarney  pedia a inelegibilidade de Flávio Dino.

"Dr. Contrário" não comentou a sábia decisão? Caso contrário a "petição capacho" seria nos  seguintes termos: Exmo. Sr. Doutor Juiz Promotor Delegado.









COMO NA REVOLUÇÃO FRANCESA OS INCORRUPTÍVEIS NA MESMA GUILHOTINA DOS CORRUPTOS : O MAQUIAVELISMO DE DELTAN DALLAGNOL/ AS ESTRATÉGIAS DE SANTOS LIMA/ A AMBIÇÃO PELO PODER DE SÉRGIO MORO

Resultado de imagem para REPÚBLICA DE CURITIBA


A Revolução Francesa esculpiu os ideais de Liberdade/ Igualdade/ Fraternidade. Robespierre/ Danton/ Marat líderes dos jacobinos levaram a guilhotina de 17 a 40 mil franceses. Depois seguiram o mesmo caminho - a guilhotina.  

Lavoisier foi para guilhotina por ter nascido rico/ inteligente/ representava perigo como girondino por aparência/ ostentação. Lavoisier lapidou em uma frase a natureza : "nada se cria/ nada se perde tudo/ se transforma". E a natureza humana ?

O site Intercept revelou/ comprovou que nada foi criado/ inventado. A perda de limite legal/ pessoal transformou Moro/ Dallagnol/ Santos Lima em marcas da "Lava Jato"/ vestidos na camisa da "República de Curitiba".  E agora sem a marca de fantasia?    

Resultado de imagem para REPÚBLICA DE CURITIBA


A exemplo da Revolução Francesa a "vida segue" no Brasil. Independente de Moro/ Dallagnol/ Santos Filho todos os atos de corrupção/ perseguição - inclusive os da Justiça - a qualquer cidadão/ patrimônio público deve ser investigado/ punido.

Resultado de imagem para robespierre danton e marat

O maquiavelismo de Dallagnol é idêntico ao de Sarney. As estratégias "na jugular" recomendadas  por Santos Lima o deixam com a cara de Antônio Carlos Magalhães/ o "Toninho Malvadeza". Moro tem a mesma ambição dos Presidente sem votos.

Resultado de imagem para Fernando santos Lima
Resultado de imagem para Antônio Carlos Magalhães

Resultado de imagem para URUBUS CHARGE









 
Tecnologia do Blogger.