Publicidade

A CRISE DE IDENTIDADE NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA : OS FRACOS DESEMPENHOS DE ANDRÉA MURAD/ROGÉRIO CAFETEIRA/ O VENENO DE ADRIANO SARNEY/ O PREPARO DE MAX BARROS/ A DECÊNCIA DE EDVALDO HOLANDA

A vitória esmagadora de Flávio Dino(63%) promoveu crise de identidade na Assembleia Legislativa do Maranhão- 27 roseanistas tornaram dinistas logo no início dos trabalhos legislativos. É a tradição governista.

Governistas de raiz- dinistas de primeira hora seriam apenas 13. Feitas as projeções com base nas eleições municipais de 2016, a oposição corre o risco de ficar reduzida a apenas 2 parlamentares- Adriano/Andréa.

O ainda murazista- genro/afilhado de Ricardo Murad Souza Neto - acena para Dino, dizendo que é oposição porque tem motivos- o fraco desempenho do prefeito Ribamar Alves em Santa Inês.

Se o governo apoiar Neto à prefeito de Santa Inês em 2016, Souza larga a mulher, Tatiana - filha caçula de Ricardo Murad - e vira dinista no ato. "Governo e pau duro ninguém segura"(Edson Lobão).

Edilázio Junior é outro genro derrotado nas eleições de 2015. Junior foi acomodado na importantíssima 1ª Secretaria da Mesa Diretora. Cargos e salários devem silenciar sua língua nascida politicamente morta.

Restou Andréa Murad, a "Dedéa do Papai" e Adriano Sarney, nascido/batizado Sarney Neto. Andréa Murad é fraca- voz trêmula lembra a mãe Teresa Trovão, raciocínio embotado e sem recursos retóricos destoam do pai, Ricardo Murad.

Adriano Sarney fala/gesticula a semelhança do pai Zequinha Sarney. Adriano ainda sem muita convicção estreou em aparte, silenciado Rogério Cafeteira. Adriano lembrou que Cafeteira, avô de Rogério foi governador da oligarquia(1985).

Faltou identidade/ legitimidade para governo e oposição no parlamento maranhense. O que salvou a 1ª Sessão da 18ª foi o fundamentado discurso do experiente Max Barros sobre a questão da Refinaria Premium- suprapartidário e sem bairrismo.

Destaque ainda para a polida/educada participação em aparte do deputado Edvaldo Holanda na estreia de Rogério Cafeteira como líder do governo de Flávio Dino. Edvaldo parabenizou a escolha e ressaltou o preparo de Rogério Cafeteira para o cargo.

Rogério Cafeteira em discurso de estreia afirmou ser acima de tudo e de todos- não lembra os discursos de Ricardo Murad ? que ele é "cafeterista". A Assembleia virou padaria ? Rogo que a discussão saia dos interesses das famílias Sarney/Murad/Cafeteira.

3 comentários:

Anônimo disse...

È rapaz, tu extrapolas! Ofende as mulheres e as famílias assim sem mais... Será que o que você pensa em ganhar nesse governo vai compensar??? Se você falasse da minha família assim eu entupiria a tua boca bem ligeirinho. Acho que você deve fazer suas críticas pautado no respeito pelas pessoas, sejam elas adversárias de quem você defende ou não. Se você acha a Andreia incompetente para um cargo publico só porque é mulher, ou porque é filha do Ricardo Murad que cunhado de uma Sarney escreva isso, agora chamá-la de periguete? Você tem filha? Acho que a sociedade reprova esse tipo de comportamento, seja respeitoso.
Vandemberg Moraes

BLOG DO CESAR BELLO disse...

Vandemberg Moraes tu estas me ameaçando. Agora eu te pergunto : qual a tua opinião sobre uma deputada posar nua para a Playboy? Vandemberg leia sobre os barracos de Andréa. Agora meu caro eu sugiro um encontro pessoal entre nós dois eu quero ver tua coragem me olhando no olho. Topas?

Anônimo disse...

Topo!

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.