"ARNALDO DIGA AO POVO QUE FICO" : MEDO DO APROFUNDAMENTO DAS INVESTIGAÇÕES DA OPERAÇÃO "LAVA JATO" FAZ ROSEANA SARNEY RECUAR DA PROPOSTA DE RENÚNCIA

A prisão do empreiteiro Ricardo Pessoa- o dono da Constran aquela empresa que recebeu 33 milhões de precatórios pagos por Roseana Sarney em agosto de 2014 - teria mudado os planos de renúncia da governadora do Maranhão.

O doleiro Alberto Youssel, reincidente  em crimes corrupção ativa/lavagem de dinheiro foi o intermediador do acordo extrajudicial. Estranho né? Preso na "Operação Lava Jato", Yousself confessou ter dado propina à governadora Roseana Sarney.

Interrogada a contadora do doleiro Alberto Yousself, Meire Poza disse que após o pagamento de propina no valor de 6 milhões, 33 milhões foram pagos à Constran pelo  governo do Maranhão.

Outro que afirma a propina para a governadora é o ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto da Costa. Todos dizem ter "pago" propina à Roseana Sarney. Ela diz que é uma indignidade e vai processar "Deus e o mundo".

Imagina se por delação premiada o dono da Constran, o empreiteiro Ricardo Pessoa também afirmar que pagou os 6 milhões em propina para a governadora Roseana Sarney? Um pedido de prisão temporária seria inevitável.

O doleiro Alberto Yousself afirma ter pago propina à Roseana Sarney. A contadora Meire Poza diz que o valor foi de 6 milhões. E Ricardo Pessoa?  Sem foro privilegiado Roseana Sarney não passaria do Estreito dos Mosquitos. 

5 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.