Publicidade

RENÚNCIA DE ROSEANA SARNEY É SÓ UM ATO COVARDIA? O GOVERNO QUARENTENA DE ARNALDO MELO É SÓ VAIDADE?

A provável renúncia da pusilâmine governadora Roseana Sarney é só um ato de covardia?  O governo quarentena do ganancioso Presidente da Assembleia Legislativa Arnaldo Melo é só vaidade?

A renúncia que tem o carimbo do patrimonialismo- dar por quarenta dias como propriedade particular o governo à Arnaldo Melo - esconde articulação para a futura Presidência da Assembleia.

O governo de quarentena de Arnaldo Melo guarda a ganância no véu da vaidade. Melo diz que não tem direito a aposentadoria como governador- teria que ocupar o cargo por 6 meses- e manda seus críticos estudarem.

Mas o esperto não diz publicamente que como deputado estadual por várias legislaturas tem direito a aposentadoria. Como o Fundo Parlamentar quebrou, Melo poderia fazer a opção pelo cargo de governador.

"Disso eu não abro mão. É um direito constitucional e coisa e tal", devem ser as justificativas de Arnaldo Melo quando tiver sangrando a Previdência Estadual em mais de 300 mil por ano.

Quanto a futura Presidência da Assembleia Legislativa, um café da manhã nesta terça(11) reuniu apenas os deputados com o DNA de Sarney por consanguinidade ou afinidade- Adriano Sarney/Andréa Murad/ Souza Neto/ Edilázio Junior.

Rogério Cafeteira já toma café coma turma de Dino. Cesar já anda de Pires na mão na direção dos "leões vermelhos". Graça como sempre ficará em Paz com todos os governos. Alexandre Almeida- aquele que prometeu nunca mais trair os Sarney - já fala fino.


Versos Íntimos
Augusto dos Anjos

Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão - esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!

O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!

O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,

Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!
Renunciar seria solução?

6 comentários:

R Cavalcante disse...

Como sou poeta me contento com essa bela poesia de Augusto dos Anjos. Essa é uma das maiores verdades. Quer ver quem são os teus verdadeiros amigos? Deixe o poder e verás. Olhe depois para trás e veja o abandono em que estás.

leandro lima disse...

UMA COISA NÃO TEM NADA HAVER COM A OUTRA!

R Cavalcante disse...

Leandro leia o texto da matéria e faça um esforço para interpreta-la e você vai ver que dá no mesmo.

BLOG DO CESAR BELLO disse...

Cavalcante o Leandro tem dificuldade para entender. Deixa ele matar a cabeça;

Anônimo disse...

Rsrsrsrsrsrsrsrs

Anônimo disse...

Quem é esse Cavalcante César?

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.