COMO INDIVIDUALIZAR CONDUTAS EXCELÊNCIA? A PROPINA ERA ENTREGUE NOS BANHEIROS DO PALÁCIO DOS LEÕES POR TERCEIROS/ PARA TERCEIROS ATÉ CHEGAR A ROSEANA SARNEY

O positivismo jurídico - "o direito é uma coisa/ o mérito é outra"(John Austin) -  permite interpretações que nem a hermenêutica jurídica é capaz de explicar. Ao cidadão cabe comentar?

Enquanto Sérgio Moro condena Lula por delações cujas ilações são referentes a reformas do "Triplex"/ Clésio  Cunha arguiu cognição limitada absolveu a ex-governadora Roseana Sarney.

Qual a diferença das sentenças de Sérgio Moro que condena Lula/ Clésio Cunha que absolve Roseana Sarney ? Ambos são positivistas/  interpretam a lei com o subjetivismo permitido. 

Sérgio Moro diz que não é preciso testemunhas para concluir que as reformas no Triplex foram para atender/ agradar Mariza Letícia. A frágil decisão não se sustentará nos Tribunais Superiores.

Clésio Cunha diz que o "simples" fato de Roseana Sarney ser governadora não implica no seu envolvimento no "Caso Constran" - pagamento de propina de precatórios devidos a empresa.

10849039_10152744319005617_1351661158454451558_o-e1418532591399
Braço-direito do doleiro Alberto Youssef, Rafael cruzava o país com fortunas em cédulas amarradas ao corpo. Discreto, nunca foi apanhado. Na lista de clientes, tem ministro, parlamentar, tesoureiro de partido e até um ex-presidente. Em troca da redução de pena, o entregador quer contar tudo que sabe.
A governadora Roseana foi citada por Rafael Lopez como uma das autoridades que recebia propina. Suspeita-se que esse dinheiro envolvendo Roseana esteja relacionada ao mesmo caso que a contadora Meire Poza revelou durante seu depoimento à Polícia Federal.
A coisa é feia e deverá complicar a vida de Roseana nos próximos meses, quando deverá sair a lista de políticos envolvidos na Operação Lava a Jato. Não complicou não. A sentença do juiz Clésio Cunha absolveu Roseana Sarney.

Cunha diz que o "direito penal não pode regressar ao infinito/ condenando por omissão". O principal auxiliar João Abreu receber propina dentro do Palácio dos Leões não incrimina Roseana Sarney?

Cunha acunha na decisão/ arguindo que a acusação do Ministério Público é mera suposição/ subjetiva/ sem individualizar condutas. Como se a propina foi entregue por "dominó" - por terceiros/ para terceiros?

2 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.