ZEQUINHA SARNEY/ O FANTASMA GASPARINHO E AS ETERNAS PRÁTICAS PATRIMONIALISTAS : MINISTRO DEMITE TÉCNICA CONCEITUADA PARA ABRIGAR APANIGUADO/ ACUADO DESFAZ TODA TRAPALHADA

Durante 50 anos Sarney/Filhos/ Sobrinhos/ Netos usaram o governo do Maranhão/ a Presidência da República como um patrimônio pessoal.

Amigos foram nomeados até a morte/ os filhos dos amigos mortos tiveram a sorte de continuar em cargos públicos devido a amizade familiar.

José Gasparinho Filho foi assessor do governador José Sarney/ faleceu na década de 80/ o filho José Gasparinho Neto assumiu a Merenda Escolar.

Gasparinho Neto passou a ser "arrimo de emprego" - termo que substitui "arrimo de família" - no dicionário patrimonialista Sarney.

"Gaspar" saiu da poderosa receita da Merenda Escolar(FAE) para CONAB/ em substituição a Raimundo João Saldanha/ filho de Ivar Saldanha.

"Gaspar" deixa a CONAB/ em seu lugar assume Jair Tanus Junior - Secretário de Sarney Filho. Jair Tanus Junior sai da CONAB para a FUNASA.

A sucessão vitalícia/ hereditária de nomes/sobrenomes de pais/ filhos/ netos chega ao governo de Roseana Sarney com a nomeação de Denise Gasparinho/ filha de Gasparinho Neto/ neta de Gasparinho Filho para dirigir o PROCON.

Sarney Filho/ filho de José Sarney retornou ao Ministério do Meio Ambiente. "Em lá chegando" voltou as velhas práticas patrimonialista - nomeou o concunhado Samir Murad para ganhar 28 mil/ e Gasparinho para faturar 25 mil reais..

Pressionado/ acuado pelos funcionários - ele demitiu a conceituada matemática Thelma Krug para nomear o velho amigo/ filho do amigo do seu pai Jose Gasparinho Neto -  o Ministro do Meio Ambiente/ Sarney Filho deu para trás.

Daqui a pouco eu conto mais.


0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.