SÉRGIO MORO NÃO AUTORIZA PRISÃO PREVENTIVA DE LULA : COMO O EX-PRESIDENTE PODERIA ATRAPALHAR A INSTRUÇÃO CRIMINAL JÁ EM CONCLUSÃO?

A juíza da 4ª Vara Criminal da Comarca de São Paulo, Maria Priscila Veiga de Oliveira encaminhou para o juiz federal de Curitiba, Sérgio Moro decidir sobre a prisão preventiva requerida em desfavor de Lula.

Na decisão a juíza paulista, Maria Priscila Veiga de Oliveira declina da sua competência, alegando que a investigação sobre o triplex em Guarujá vem sendo processada na Justiça Federal de Curitiba, sob a responsabilidade de Moro.

Como Moro já mandou colher depoimento de Lula em São Paulo - Aeroporto de Guarulhos - e não autorizou nenhuma modalidade de ergástulo(prisão temporária/ preventiva)/ determinar agora seria interpretado como dadaísmo jurídico- absurdo.

A Lava-Jato está em fase de conclusão. Lula não pode atrapalhar o que está praticamente concluído - a longa instrução criminal. Moro não tem fundamentos jurídicos, nos termos do pedido para autorizar a preventiva de Lula. 

Moro autorizasse a prisão preventiva de Lula/ a Avenida Paulista explodiria/ o Brasil se comoveria. Lula voltaria a ser Presidente no momento em que seus direitos políticos fossem restabelecidos. Mas como diz a outra : "isso é uma outra história".

2 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.