O ESTADO MENTIRA USA MORTO COMO HOMEM-BOMBA CONTRA O GOVERNO DE DINO

Não será surpresa se na terça-feira(24), o "Estado Mentira" - versão islâmica do jornal Estado do Maranhão(EMA) usar de forma apelativa o falecido Diretor Financeiro da ICN - Inácio Gurá - como "homem-bomba" contra o governo Dino.

Inácio Guará era Diretor Financeiro do ICN. Morreu infectado por uma estranha bactéria. Guará foi legalmente interceptado pela PF em tratativas - pedidos de emprego/ informações sigilosas sobre licitações com funcionários da SES/Coroatá.

Nas tratativas entre o falecido Guará e os funcionários da SES/Coroatá questões paroquias - pedidos de empregos - foram entabuladas. Mas até agora não foram confirmadas as duas contratações por parte do ICN para agradar o PC do B/Coroatá.

A Polícia Federal constatou em março de 2015, através de escutas telefônicas autorizadas, que as informações sobre dados sigilos repassadas pelos funcionários da SES - os nomes não foram revelados - beneficiaram a ICN em dois processos de licitação. 

O governo do estado pediu informações oficiais à Polícia Federal. Tenho absoluta certeza que constatado tráfico de influência/ repasse de informações sigilosas sobre as licitações seus autores - os funcionários - serão exemplarmente punidos.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.