Publicidade

O INVESTIGADO NOS DIÁLOGOS DA PF É INÁCIO GUARÁ : ELE MORREU INFECTADO POR UMA BACTÉRIA

O factoide que explora a suposta participação de um funcionário público do estado em tráfico de influência, gravados pela Polícia Federal tem uma simples/ funesta razão da distorcida publicidade.

Inácio, o "investigado" já morreu. Trata-se de Inácio Guará, Diretor Financeiro da ICN. Guará foi vítima de uma infecção bacteriana - da perna infestou o corpo todo. Guará levou para o túmulo as respostas da movimentação financeira da ICN.

É Inácio Guará - Diretor Financeiro da ICN - quem conversa com os funcionários da Secretaria de Saúde de Coroatá/ Estado. Guará era ligado a Ricardo Murad. Sua morte faz lembrar a do Diretor Financeiro da Prefeitura de Paço do Lumiar, também vítima de bactéria.

O feitiço sempre vira contra o feiticeiro. Nas interceptações telefônicas é possível ouvir Ricardo Murad -  com aquela voz anasalada - ordenando colocar um carro oficial da Prefeitura de Coroatá a disposição do Promotor de Justiça, Zanoni Passos para o promotor levar o filho para jogar futebol.

Quem é Zanoni Passos ? É aquele promotor que arquivou a investigação sobre o esquema de fraude no convênio do Detran com a Associação de Proteção e Assistência ao Condenado, firmado no governo de Roseana Sarney, envolvendo a L. Cintra Consultoria e Participações LTDA. 

Quanto mais eles mexem, mais fede.

 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.