A OPOSIÇÃO RICA/ DIVIDIDA NÃO CONSEGUI CREDIBILIDADE/ RECONHECIMENTO

Porque a maioria(4 deputados) da atual oposição maranhense apesar de contar com apoio irrestrito da mídia - televisões/ rádios/ jornais/ blogs - não consegui credibilidade pública/ reconhecimento popular ? Nascidos/ embalados no berço da corrupção/ divididos por área de atuação/ discursos contraditórios pautaram a ação legislativa em denúncias vazias

Andréa Murad centrou os raivosos/ infundados/ personalistas discursos na área de Saúde. As denúncias - morte em Hospital de Coroatá por falta de oxigênio/ falta de medicamentos/ atendimento nas UPA'S/ demissões dos funcionários ligados ao pai/ falta de remédios/ fechamento de leitos de UTI entre outras patranhas não prosperaram/ arranharam a credibilidade do governo Dino.

Souza Neto "Genro Murad" recebeu a tarefa de denunciar as ocorrências na Segurança Pública/ Polícia Militar - a escalada da violência urbana(homicídios/ assaltos/ roubos/ furtos)/ perda de cargos/ transferência de alguns militares insatisfeitos com o Comando da PM. Os temas levantados não são originado nas ações/ ou omissão do governo Dino.

Adriano Sarney Neto foi preservado para temas sobre economia/ administração durante os primeiros seis meses - esperavam o desgaste do governo Flávio Dino por inexperiência dos seus membros/ da crise financeira internacional. Adriano Sarney Neto não demonstra  dominar os discursos elaborados pelo "tio"/economista Jorginho Murad.

Adriano Sarney Neto não convenceu. Os dados apresentados - passados/ presente - não batem com a realidade que os maranhenses vivenciaram por 50 anos . Adriano Sarney Neto não quer assumir a herança - miséria/ analfabetismo/ mortalidade infantil/ saneamento ausente em 94% dos municípios - dos governos do avô/tia(Sarney/Roseana).

Adriano Sarney Neto tenta pegar carona nas mudanças promovidas pelo atual governo - equilíbrio das contas públicas/ aumento de arrecadação/ redução das despesas/ corte de privilégios/ prioridade dos investimentos focados Índice de Desenvolvimento Humano/ contratação de obras/ serviços pautados em critérios éticos/ legais - atribuindo os ajustes/ posturas como continuidade da gestão da tia Roseana Sarney.

Edilásio "Genro Junior" responsável pela "falsa memória positiva" dos governos da "tia" Roseana Sarney reverberou com interesse sobre a "paralisação" de 500 obras/ serviços licitados/ contratados sob o manto da corrupção - pensavam que Dino governador continuaria a práticas do pagamento mediante comissões em propinas de até 30%. 

Obras/ serviços/ contratos não estavam paralisados por omissão do governo de Flávio Dino, mas sim em razão do temido processo de auditagem a que todos estão submetidos - acreditavam que não ocorreria levantamento/ fiscalização/ auditagem - permitindo o continuísmo das improbidades/ malfeitos até então regra na administração pública.

Salvaram-se Roberto Costa/ Max Barros/ Cesar Pires pela forma serena/ fundamentada/ equilibrada de fazer oposição, sem apelar para agressões descabidas/ denúncias vazias/ sem fundamentos. Repito que a oposição é fundamental para o exercício de um bom governo. A atual oposição maranhense precisa  sentar trocar experiências e buscar proposições.

É difícil o entendimento entre Andréa Murad/ Roberto Costa pelas razões epigrafadas/ espaços políticos invadidos - exemplo, a Murad transferiu domicílio para São Luís/ Costa para Bacabal - revelam a tentativa de sobrevida para estabilizar mandatos. Max Barros/ Cesar Pires mantém a independência/ não participam das refregas.

Esse é o quadro : de um lados 4 deputados de atuação fraca/ movida por personalismos/ interesses pessoais/ sem credibilidade/ reconhecimento- Andréa Murad/ Adriano Sarney/ Sousa Neto/ Edilásio Junior - umbilicalmente ligado aos Sarney/Murad  e do outros 3 parlamentares com atuação equilibrada/ fundamentada- Max barros/ Roberto Costa/ Cesar Pires.

1 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.