DINO TÁ ADORANDO : DISCUSSÃO DE ANDRÉA MURAD COM ROGÉRIO CAFETEIRA MANTÉM VIVA A MEMÓRIA NEGATIVA DO GRUPO SARNEY MURAD

Quem pensa que as discussões entre Andréa Murad/Rogério Cafeteira podem derrubar o segundo da liderança do governo está enganado.

A cada discussão uma revelação que mostra as entranhas/procedimentos do antigo regime- a última versa sobre favores/rigores na Segurança .

Andréa disse que Rogério Cafeteira procurou o pai, Ricardo Murad para "murar" investigação no Incra, em que cogitava-se investigar Cafeteira.

Cafeteira afirma que o modus operandi é o mesmo. No passado um blogueiro morto/um advogado vivo o procuraram para achacá-lo/amedrontá-lo.  

"Não deu, não dará certo qualquer tentativa de me intimidar. Se com todas as máquinas- federal/estadual - não tive medo, imagina no estado democrático".

"Vivemos um governo que não protege/ não persegue. Não existe dois pesos e duas medidas- rigores para uns, favores para outros. Sofri muito no passado. As verdades serão reveladas."

Cafeteira está modulando bem. A memória negativa do grupo Sarney Murad é exposta no dia à dia da Assembleia Legislativa. Essa dos rigores/favores na Segurança Pública vai ser investigada.

2 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.