Publicidade

OS CRIMES DO AMOR : DEDÉA ENTRE CHICOTADAS E TAPAS NA BUNDA

Circula nas redes sociais algumas denúncias contra China. O gajo é conhecido na intimidade da alcova como marquês de Sade- em referencia ao escritor libertino Donatien Alphonse François de Sade.

Resultado de imagem para o marquês de sade

China costuma maltratar/ encantar as parceiras ao dividir lençóis. Elas na maioria obedecem silenciosas, ou aos gritos lancinantes as regras do amor sadomasoquista. Apenas Dedéa dominou China, o marquês de Sade.

Resultado de imagem para o marquês de sade

Dedéa mandava até na posição do coito. Ela herdou do pai a manipulação/caráter libertino/devasso.Nem o malvado China resistiu.


Um dia entre chicotas e tapas na bunda, Dedéa ordenou que China ficasse na vertical. Dedéa passava a língua/mordia a glande de China.

Resultado de imagem para o marquês de sade

China já não aguentava tanta tortura, quando Dedéa trepou em riba e começou a girar em círculos até pentelho entrelaçar com pentelho. 


China não aguentava a tortura "para lá de chinesa", quando Dedéa parou de rodar e de costas deu um barrigão- cagou - em cima da barriga de China.

China tortura/humilhado perguntou com a mão no nariz, o que é isso? Apontado para o monte de bosta sobre o seu tanquinho malhado- a barriga.

Dedéa foi lacônica na resposta. Isto é o bagaço seu idiota. Considere-se ex. Quem não aguenta a catinga da minha bosta não merece o meu amor.

Isso para alguns é o amor. 

5 comentários:

Luiz Francisco Martins disse...

Meu amigo, todos aqui no escritório se esbaldaram pelo belo texto. Sua criatividade é digna de nota.

Anônimo disse...

Você merecia era um tiro no meio dos cornos.

Anônimo disse...

Parabéns,continue fazendo o que faz, pois é a sua marca. Não se renda as críticas pois faz parte do contexto.

Anônimo disse...

pra quem gosta de bosta. essa postagem é uma cuia bem china. cagada em cesar belo.

Anônimo disse...

César,
Com esses esclarecimentos sobre a Dedéia, tu tá me deixando curioso, cara. Acho que tô começando a ter uma caidinha pela depudatinha. Como é carnaval vou cantar uma marchinha. “

"Será que se eu pedir ela me dá?dá, dá dá.
Um emprego na Assembléia, me dá dedéia,
Ah como eu gostaria, como eu gostaria.
De trabalhar juntinho dela, e lhe fazer bilu tetéia”

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.