NOIVA DE VITORINO/VIÚVA DE SARNEY : CARIDOSO/DEÇA ANÁLISES INFANTIS PAUTADAS EM AMIZADES JUVENIS

Marcos Deça e Luís Caridoso em suas análises políticas sobre Flávio Dino e Holanda Junior pautam as reflexões nas amizades do governador do Estado/prefeito da Capital- grupos da infância/juventude.

Do transtorno delirante- bizarrismo/distorção da realidade - de Deça/Caridoso surgiria a Síndrome Política dos Peter Pan com a  "República do Marista"(Dino) e o "Grupo do Batista"(Holanda Junior).

Como se Dino/Holanda fossem "Dinolândia"- loja de brinquedos. Análise política sobre grupos de poder não permitem equacionar composições dentro dos singelos parâmetros apresentados.

Dino/Holanda tem o mesmos propósitos políticos. O "Pacto Geracional" não implica na fundação de "Clube do Bolinha". Creio experiência dos alijados durante o tempo de mando/desmando Sarney.

Podemos tratar de política- composição grupos de poder - com a linguagem coloquial. Todavia é preciso fundamentar as análises nas variantes próprias - grupo/ liderança/ estrutura de poder.

Deça/Caridoso tem experiência para fugirem dos pieguismo- familiaridade/ afinidade - no conteúdo da análise do atual processo político. Qual o objetivo ao infantilizar Governo/Prefeitura?

É preciso aceitar que eles(Flávio Dino/Holanda Junior) são os próceres  deste importante momento para o desenvolvimento do Maranhão. Caridoso parece noiva do vitorinismo, Deça viúva do sarneismo.

6 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.