ESSES NÃO GOSTAM DE POBRES: POR MIL PONTOS MIL VIRGULAS MARCELO MINARD ESQUECEU QUE EDILÁSIO JUNIOR CRITICOU A LOCALIZAÇÃO DA CASA DE NINAR PRÓXIMO DA PENÍNSULA DA PONTA D'AREIA E ABRIU OS MICROFONES DA DIFUSORA PARA O "JUSTO VERÍSSIMO" DIZER QUE NÃO AGREDIU OS BAIXADEIROS ?


O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) não foi muito feliz em seu discurso na última segunda-feira (3) na tribuna Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão. Ele criticou a entrega da Casa de Apoio Ninar – espaço voltado para crianças com problemas de neurodesenvolvimento e suas famílias – inaugurado nesta terça-feira (4) onde funcionava a antiga Casa de Veraneio que passou por uma reforma completa para que pudesse ser entregue à população. O espaço que antes era utilizado apenas para eventos agora será de assistência a quem necessita.
Ocorre que o deputado alegou que o governador não cumpriu a promessa de vender o imóvel e também se opôs ao fato da Casa de Apoio Ninar não ter sido construída na periferia uma vez que os vizinhos que moram na área ‘nobre’ não vão utilizá-la.
Ora deputado, como assim? Não esqueça que esta casa sempre pertenceu ao povo maranhense, mas não era usada para esse fim. Ela era conhecida pelas festas dadas antes de 2015. Agora terá outra finalidade comemorada por muitos pais, mães e famílias que precisam do atendimento na capital.

O texto acima é do blogueiro/ radialista Marcelo Minard/ o mesmo que hoje por mil pontos/ mil vírgulas abriu os microfones da Difusora para o "Justo Veríssimo" desdobrar os baixadeiros.

Edilázio Junior disse que o Porto da Península mistura a classe C em local do metro quadrado mais caro da Capital. Edilázio usou o mesmo discurso contra a inauguração da Casa de Ninar.


Minard criticou Edilázio Junior. Hoje por mil pontos/ mil vírgulas fez perguntas que eram respostas prontas. Ponto/ Virgula virou Boca do Tomaz/ Come Ainda Quer Mais. Responde Willer Tomaz? É só bandido na Difusora?


Blog do Minard

0 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.