CHICANA FUNCIONA ? AS RELAÇÕES INFECTO-CONTAGIOSAS DE ROBERTO ROCHA COM ADVOGADOS/ DEFENSORES/ PROMOTORES/ JUÍZES

Estava marcada para segunda-feira(11) as 8:10 Audiência de Instrução Julgamento - Processo 0055990-95.2015.8.10.0001 - na 3ª Vara Criminal/ tendo como autor o senador Roberto Rocha/ réu o blogueiro Cesar Bello acusado de caluniar o desacreditado parlamentar. Roberto Rocha não compareceu/ apresentou atestado/ a ação não foi arquivada como manda a legislação em vigor.

O senador Roberto Rocha em chicana jurídica por meio do seu advogado novamente pediu adiamento - foram 8 pedidos do mesmo teor - alegando doença contagiosa para não comparecer. O juiz mais uma vez deferiu o pedido/ marcando a audiência para 12/03/ 2018. Qual o objetivo ? Orquestrar sentença de prisão 6 meses antes da eleição/ impedindo o blogueiro Cesar Bello do desempenho da função.

Rocha 24 horas após apresentar atestado de doença contagiosa estava nesta quarta-feira(13) na reunião da Executiva Nacional do PSDB/ comprovando que a doença contagiosa infectou ações/ decisões de advogados/ promotores/ defensores/ juízes no Maranhão. Estive na 3ª Vara Criminai/ pedindo  do processo para encaminhar ao Conselho Nacional de Magistratura/ OAB/ Ministério Público.

                Presença no PSDB prova atestado arrumado 
O Ministério Público  pediu vistas  sem especificar as razões na ficha processual. Vou esperar até a próxima semana para entender "as vistas do MP". Espero que o órgão responsável pela fiscalização judicial se pronuncie sobre tantos adiamentos/ com discutíveis atestados médicos. Tem um do advogado Alex Borralho - exame de próstata -   mas em gravação ele afirma que foi ao dentista.

Rocha em outro processo não compareceu na Audiência de Instrução/ Julgamento na 4ª Vara Criminal - estava no PSB/ esperando a filiação deputada Elisiane Gama. Outra manobra permitiu o não arquivamento/ que teve prosseguimento com a minha condenação transitada em julgada. Vou solicitar carga dos processos/ procedimentos da 3ª/ 4ª Varas Criminais para encaminhar ao CNJ/ sem prejuízo de representar no Senado. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.