Maranhão

ROBERTO ROCHA NO LEXOTAN : O CHARUTO DELE É PACOVAN

Na República das Bananas o Maranhão inverte a lógica - quem empresta dinheiro/ dá propina não é doleiro/ mas um bananeiro.


Vender banana parece escorregado talento político/ posto que por Santa Inês foi eleito deputado estadual um vendedor de bananas. 


Cada pé de bananeira produz apenas um cacho/ daí o ditado "vereador/ deputado/ senador bananeira" - vai ser eleito apenas uma única vez.


Corta-se as outras mudas que poderiam frutificar/ para não gerar uma "família". Assim tendo apenas uma muda a bananeira dará cachos grandes.


Não foi esse o raciocínio do agiota Pacovan. Ele criou um "laranjal" através do qual emprestava dinheiro/ tomava carrões/ milhões/ mansões.


Entre os bens imóveis apreendidos tem uma "big de uma mansão"/ que deverá ser objeto da anunciada/ escorregada delação voluntária de Pacovan.


A mansão seria do senador bananeira - vai ser eleito apenas uma vez - Roberto Rocha/ que  só dorme a base de Lexotan. O charuto dele é Pacovan.

Minha terra tem bananeira
Que ainda elege pilantra
Pilantra que arma aqui
A muito já armou lá

Muitos vão para Brasília
Juntar-se ao primeiro mandatário
Tanto tempo nas asas do poder
Mas tem senador que não passa de comissário.



0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.