QUEM NÃO TIVER PROCESSOS QUE ATIRE SEU NOME : CANDIDATURAS DE RÉUS AO SENADO DEVEM SER SUBSTITUÍDAS POR FICHAS LIMPAS

Os atuais senadores maranhenses - são três/ não valem a metade de um - tem muita semelhança com os da antiga Roma. Roberto Rocha é o Catilina(traidor/ conspirador)/ João Alberto Incitatus/ o cavalo nomeado senador por Nero/ Lobão a exemplo de Crasso faz do cargo instrumento de enriquecimento.

Todos os maranhenses pretendentes ao Senado da República responderam/ respondem/ responderão a processos judiciais no Supremo Tribunal Federal. Tem-se a impressão que o alto grau/ passado na corrupção - quanto maior/ mais "qualificado" - é o parâmetro nesta disputa/ patrocinando péssimo exemplo para as futuras gerações.

Como os pretendentes responderam/ respondem/ responderão a processos judiciais no STF as candidaturas caminham para as "calendas gregas". Portanto aqueles que não tem processos que atirem seus nomes.  Einstein ensinou para além da relatividade: "a distinção entre o passado/ presente é uma ilusão teimosamente persistente". 

Talvez com base no aforismo epigrafado - o dito acima - de Einstein/ misturado com o ditado "que o povo tem memória fraca"/ o Presidente da FAMEM/ Cleomar Tema teima em lançar a candidatura ao Senado de Zé Reinaldo/ listado na Lava-Jato. Prefiro pensar "que pelo andar da carruagem jurídica as melancias vão se ajeitar''.

Volto analisando/ melhor não alisando os outros "anjos do Senado". Depois reclamam/ criticam a judicialização da política. O professor Lênio Streck em excelente artigo publicado no Jornal "O Imparcial" lembra a falta de critérios nas análises sobre as decisões do Judiciário. É nestas decisões que deposito a esperança sobre o Senado. 

  

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.