SARNEY ESTREBUCHA PRESO AO PASSADO BALANÇA AS CORRENTES COMO ANA JANSEN PARA ASSUSTAR OS ESCRAVOS

Sarney em mais um raivoso artigo na sua "culuna" no EMA destila todo seu ódio a gestão de Dino/ que mandou restaurar a Capela das Laranjeiras/ mas não mudou a homilia cristã como o padre Bráulio em São José de Ribamar/ que agradecido pela reforma mandava cantar : "Roseana nas Alturas"/ ao invés de Hosana nas Alturas.

Sarney preso ao passado balança as "correntes" como Ana Jansen para assustar os escravos : "Roseana vai voltar". O "pobre diabo" mistura capitalismo/ comunismo/ o rico capitalista "O Barateiro" com o sapateiro que trabalhava nos fundos da casa da sogra Vera Macieira/ na Rua de Santana canto com a do Passeio.

Sarney entende de tudo/ não entendeu que tudo tem começo/ meio/ fim. O capitalismo do comerciante "O Barateiro"/ o sarneísmo do próprio Sarney chegou ao fim sem deixar saudades/ boas recordações com tristes índices na Educação/ Saúde/ Saneamento/ Habitação. O que prende Sarney no passado são as recordações de poder.

 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.