Publicidade

FANTASMAS ORIUNDOS DA BURGUESIA/ VIVENDO DE SINECURAS ESPANTAM O DESEMBARGADOR NEY BELLO : PRIMOS DE ANDRÉA MURAD GANHAM QUASE TRINTA MIL SEM TRABALAHAR

A sinecura - ganham sem trabalhar - dos primos de Andréa Murad alcança a cifra de quase trinta mil reais. Felipe fatura 16 mil/ Mariana 7 mil/ Vera 6 mil reais.

Andréa Murad está desmoralizada com a flagrante prática que mistura nepotismo/ patrimonialismo. Qual a moral para subir na tribuna/ criticar sem provas ?

Os priminhos da deputada Andréa Murad foram agraciado com a soma de quase trinta mil reais/ mas nunca compareceram a Assembleia Legislativa do Maranhão.  

Essa prática - ganhar somas milionárias sem trabalhar - se repete há 50 anos entre os Murad/ Sarney/ Lobão/ Abreu/ Itapary entre outros sobrenomes.

Ney Bello escreveu - Imparcial deste domingo/ "Um Pouco de Lucidez" - acertou sobre a aristocracia/burguesia maranhense que cresceu nas sombras dos governos.

Ney Bello erra quando fala que somos República desde 1889. Da Primeira até a Nova República vivemos uma "comédia de absurdos"/ como afirmou Leôncio Basbaum.

No fim da Terceira República o avô de Ney Bello/ o governador Newton Bello/ "Cara de Onça" brigou com o correligionário/o sicário Vitorino Freire. Sarney beneficia-se do racha.

Das surras em praça pública/ do "mando/ posso/ faço" de Vitorino Freire - está escrito em Erasmo Dias&Noites - rigores para inimigos/ favores aos amigos de José Sarney.

Bello está espantando com a querida aristocracia/ vivendo de sinecuras que sente o cheiro do vitorinismo : "aos amigos tudo/ aos inimigos os rigores dos concursos/licitações".

O desembargador Ney Bello Filho/ neto de ex-governador/ filho de construtor/ empresário teve a sorte de berço de ouro. Estudioso/ dedicado foi aprovado em concurso público. 

Ney Bello é empresário do ramo de construção civil/ injustamente preso no governo de José Reinaldo. Bello não se beneficia  de "rigores de licitações" neste governo por que não existem.






0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.