Publicidade

A MENTALIDADE DO MARANHÃO COM VITORINO/ SARNEY/ DINO

Sarney voltou a carga neste domingo no EMA - discurso do Maranhão Novo. Na comemoração dos 50 anos da ascensão ao governo(1996), o velho morubixaba repete, ou melhor repetem por ele o mesmo discurso com cheiro de naftalina.

"Novas estradas chegando/ Petróleo jorrando Novo Maranhão", era o jingle do governo que prometia "o fim atrelamento das coletorias/ de açoites nas delegacias". Sarney não tocou nas decapitações em Pedrinhas/ nem na Refinaria Premium.

O artigo repetido/repetitivo foi parido pelo imortal Joaquim Itapary. Sarney está com o braço quebrado e  novamente usou como muleta o pai do atual Diretor do DENIT - Itapary/ esposa/ filhos/ filhas sempre tiveram bons empregos nestes 50 anos.

Do cheiro de naftalina para creolina - reminiscências dos governos Vitorino/ Sarney ao atual governo de Dino - o fundamental é entender discurso/ prática/ exercício de governo. O que mudou durante estes 76 anos de governos ? 

A mentalidade povo/ governante evoluiu. Da relação escravos/espertalhões para cidadãos/ gestores foram 76 anos. Para os maranhenses se entenderem livres da escravidão - decretada em 1888/ assimilada em 1960 o tempo foi o mesmo.

1 comentários:

rafa disse...

Sarney é como Freddy Crueger, vende sonhos e entrega pesadelos. Assim foi o atraso q o Maranhão experimentou.

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.