Publicidade

NÃO ADIANTA BATER : "VAI CONTINUAR A SÍNDROME DA ABSTINÊNCIA DO JABÁ/ PROPINA"(FLÁVIO DINO)

A postura determinada  do governador Flávio Dino - enfrentar pelas redes sociais de forma aberta/ pública/ destemida - a mídia tradicional/ viciada e seus agentes que pululam nos rádios/ televisões/ jornais/ blogs promoverá nos próximos anos a desejada mudança nos meios de comunicação do Maranhão.

Durante os últimos 40 anos a regra foi : "dinheiro na mão, governo em ação/dinheiro não viu, governo sucumbiu". Dino acabou com as esperanças das "prostitutas/ ébrios da mídia maranhense" neste fim de semana : " não adianta bater, a síndrome da abstinência/jabá/propina vai continuar". 

Dino se referia as mentiras que foram inventadas a seu respeito nos últimos oito anos- que bateu no pai/ que era ateu/ que era o "diabo comunista"/ que mandou desligar tubos de oxigênio do Hospital de Coroatá/ as tubulações do Carlos Macieira/ que criou a CPMF/ que faria de Márcio Jerry Presidente da CBF.

Na "síndrome de abstinência" os viciados tem reações violentas/ imprevisíveis. O desespero/ desejo  pelo objeto da dependência - neste caso o dinheiro fácil/ farto - provoca deformação na percepção da realidade/ na conduta. Só o tempo de abstinência/ a consciência da dependência pode livrar os viciados. 


Nas próximas postagens vamos tentar traçar o perfil psicológico de alguns dos midiáticos viciados na dependência das verbas fartas/ fáceis dos governos do Maranhão. Bandideça/ hienas/ girafas e veados. Os bando dos "Caridosos" - o bebedor/ o fumador/ o cheirador e o pastor. Os "Emir/Pai&Filho" entre outras viúvas das famílias Sarney/ Murad.

Colabore, mande sugestões.



0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.