MUDANÇA NA FORMA/RESULTADO : DIVULGAÇÃO DO TURISMO NÃO GERA COMI$$ÃO

Durante "anos a fio" ou à "Fernando Sarney", a divulgação do turismo maranhense era forma de ganhos milionários ilícitos- para cada contrato com jornais/ rádios/ televisões - eram cobradas gordas comissões.

Fernando Sarney ao nomear os Secretários de Comunicação- Antônio Carlos Lima, o "Pipoca"/ Sérgio Macedo - tinha a certeza de poder ordenar processos licitatórios fraudulentos,  viciados com objetivo de faturar.

Enquanto o Sarney faturava, a promoção sem honestidade empancava o turismo. A divulgação externa antes do Carnaval/São João eram peças de ficção, que decepcionavam o turista diante da realidade encontrada.

Agora a mudança na forma dos contratos de divulgação - sem pedido de comissões/propinas - planeja resultados permanentes para o turismo, pelo contato das mídias externas com os eventos in loco/ sem maquiagem.

Jornalistas do El Mundo- divulgação na Espanha/Europa - e sete operadoras de turismo de seis estados brasileiros estão fazendo a cobertura do São João do Maranhão, objetivando a divulgação Brasil/ Mundo.

Mas ainda tem quem pense na velha forma de Fernando Sarney- divulgação + enganação = gorda comi$$ão. Turismo exige planejamento/ transparência/ honestidade no que é divulgado. Parabéns Dona Delma. 


4 comentários:

Anônimo disse...

CÉSAR, OS HOTÉIS ESTÃO VAZIOS SEM TURISTAS, O SÃO JOÃO MAU ORGANIZADO, SEM DIVULGAÇÃO NENHUMA ESTÁ UMA DECADÊNCIA TOTAL. UM SECRETÁRIO DE COMUNICAÇÃO INCOMPETENTE E DESQUALIFICADO.E TU VENS FALAR DE TURISMO DIVULGAÇÃO NA ESPANHA /EUROPA A VAI TOMAR NO CÜ. UMA SECRETÁRIA DE CULTURA TOTALMENTE PERDIDA,NÃO SABE DE NADA. SÃO UNS BANDO DE DESPREPARADOS NESSE GOVERNO DA MUDANÇA MALDITA. EM DECADÊNCIA!!!

Anônimo disse...

Essa Dona Delma, é outra que não sabe nada. Fica esperando só chegar o fim de mês pra receber seu pagamento e não fazer nada
É outa incompetente.

BLOG DO CESAR BELLO disse...

É preciso diferençar divulgação planejada/ transparente/ sem propina nos contratos do que foi visto até hoje. Aguarde os próximos anos/ tenha certeza da mudança. Os empresários também sabem que não precisam pagar pedágio para instalar empresas.

Anônimo disse...

O que acontece com o Programa Projovem Urbano no Maranhão? Com o palavra o Governo do Estado.

O Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem), na modalidade urbana, visa à formação integral do jovem entre 18 e 29 anos, que não concluiu o ensino fundamental, para inseri-lo no mercado de trabalho e possibilitar a ele o exercício da cidadania. Oferece um curso de duração de 18 meses, que é realizado presencialmente e a distância. Ao participar do programa, os alunos recebem uma bolsa mensal de R$ 100,00 (cem reais).

No Maranhão, a implementação do Programa, que era visto como um sonho, virou pesadelo, pois os inúmeros profissionais que prestaram serviços para o Governo do Estado, pasmem, não foram pagos.

Mas como todo pesadelo se finda com o despertar do alvorecer, o mesmo se pensou que iria acontecer dada a mudança de governo, ocorrida em primeiro de janeiro de 2015. A partir dali, nascia uma esperança no coração de cada trabalhador, pois puderam contemplar a ascensão de seus defensores de outrora aos “tronos” de seus algozes do passado.

Quem não lembra dos discursos acalorados no parlamento maranhense, cobrando uma posição da então Governadora Roseana Sarney e de seu Secretariado? Será que a mudança mudou?

Governador, faça a verdadeira mudança e pague os professores do Programa Projovem Urbano, que estão com seus salários vencidos desde 2010. Processo n° 0000490/2012-CC – Casa Civil.


Júlio França
Professor do Projovem Urbano no Maranhão .

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.