Publicidade

MOBILIDADEDE URBANA : GENERALIZAÇÕES/DETURPAÇÕES/ESPECULAÇÕES/SOLUÇÕES

O problema da mobilidade urbana é desafio mundial. O cenário municipal foi adredemente manipulado no iniciou da semana, ante a possibilidade de votação do projeto de lei que autorizará a licitação dos transportes públicos na Capital.

Fábio Câmara(PMDB), que deve receber financiamento público de campanha dos empresários do setor em 2016, cumprindo acordo com o Sindicato dos Empresários Transportes levantou "questões de ordem", antes que o projeto entrasse na pauta.

Fábio Câmara, o "Fabinho" aparece como oposição para o povão, mas é manipulado pelos empresários do setor de transportes, que temem com a licitação o fim do monopólio/lucros exorbitantes. "Fabinho" cria todo tipo de especulação para impedir a votação da licitação. 

O projeto enviado a Câmara Municipal para votação nesta segunda(8), ao contrário do divulgado não excluía, generalizava os beneficiados pela meia-passagem. A falta de técnica legislativa permitiu especulações de pronto afastada pelo prefeito Holanda Junior. 

O erro na elaboração do Projeto foi não especificar- estudantes escolas públicas/particulares/bolsista do Prouni/Fies/idosos/deficientes físicos/portadores de deficiência nas diferentes condições de uso do benefício  da meia-passagem.

Holanda agiu rápido, não permitiu que a polêmica assumisse proporções, ensejando factoides pelo fim da meia-passagem. O episódio reforça a tese da parceria na mobilidade urbana entre o Governo do Estado/Prefeitura da Capital, proposta que desagrada o SET e quem pinta o sete.



1 comentários:

Anônimo disse...

Olá grande César, falando em mobilidade urbana. Pega tua BMW
e dá uma voltinha na rua do aririzal, quando tu chegares no final teu carro vai tá todo quebrado. Era melhor ter deixado como estava. Pois agora é só trepidações, Ondulações, essa construtora é capenga. O HOLANDINHA tem que mandar com urgência, fazer o serviço de Novo, pois esse ficou uma porcaria.

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.