SARNEY/ OS CONSELHOS DO MARQUÊS DE POMBAL E AS POMBAS DA POLÍTICA

Sarney cheira mofo no que escreve e a naftalina no que prescreve. Não é que o velho morubixaba resolveu relembrar os "conselhos do Marquês de Pombal", dados à um sobrinho governador.

Ora pombas! Porque Sarney não usou toda sua sapiência para aconselhar aos filhos- todos com histórico de envolvimento em improbidades ? Em casa de conselheiro louco, ouvidos moucos?

Enfim, vai-se a primeira pomba despertada...
E vai-se outra mais...mais outra...enfim dezenas 
De pombas vão-se dos pombais

Também dos corações onde abotoam,
Sonhos, um por um, céleres voam,
Como voam as pombas dos pombais 

No azul da adolescência as asas soltam
Fogem...Mas aos pombais as pombas voltam, 
E eles- os pesadelos (os Sarney) não voltam mais

Com conselho ou sem conselho.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.