Publicidade

SÁBADO DE MUITA POLÍTICA : FIM DAS ARTICULAÇÕES SABÁTICAS/ROSEÂNICAS/PREGUIÇOSAS/AUTORITÁRIAS

Nos tristes anos do período de mando da família Sarney, as articulações políticas aconteciam nos gabinetes do Palácio dos Leões ou na "Casa Mal Assombrada no Calhau".

Fora destes ambientes autoritários/fechados/ as reuniões partidárias sempre aconteciam véspera das eleições, para enfiar goela abaixo candidatos ao governo/prefeituras.

Com a mudança findou o costume de reunir de forma fechada/preguiçosa/sabática/bissexta- de ano e em ano -  para no ano seguinte anunciar em quem os encabrestados votariam.

Neste sábado(25) que não foi sabático/preguiçoso/roseânico/ autoritário fez-se politica sem etiqueta/rótulos. Foi possível  ver opiniões/discussões/conclusões:

Luís Fernando(PSDB) mostrou articulação/mobilização livrou-se do rótulo de "rosianista". Dino o classificou como um craque/político mal aproveitado pela Sarney.

Eli$iane Grana não é mais etiquetada como ovelha desgarrada do dinismo. Flávio Dino prestigiou a reunião da Juventude Popular Socialista. Grana com a fala cheia de "s" e cifrões admitiu a "fila"?

Holanda Junior fugiu da dependência dinista, abraçou a aguerrida militância "pedetista"- que já decidiu várias eleições. Holanda pela humildade/tolerância ficou bem entre os pedetistas.

Todos sem donos/ sem rótulos/etiquetas/com liberdade/inteligência nas escolhas. O fim das articulações/fechadas/sabáticas/anuais/preguiçosas/autoritárias representa a volta da saúdável atmosfera democrática. 

O fim dos donos dos partidos/ das alas políticas/ das decisões do Palácio dos Leões para todos os rincões do Maranhão. "Liberdade/liberdade abre sobre nós/ e o tambor da igualdade seja nossa voz ".


3 comentários:

Anônimo disse...

Liberdade de cu é rola!!!

Anônimo disse...

Cesar, o que você acha da "elucidação" que Roseana e Aluísio fizeram no Caso Décio?

Anônimo disse...

Faça un editorial realista sobre a segurança publica na PM e a insatisfação da tropa

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.