AINDA SOBRE A LOA E SOBRE A LOUCA

Esmiuçando em detalhes a LOA- Lei Orçamentária Anual de 2015, foi possível perceber o cumprimento com garantia de 1,5% da receita corrente líquida para as emendas indicativas dos vereadores da Capital.


A Comissão de Orçamento da Câmara Municipal de São Luís aprovou o valor de 32 milhões para as emendas dos vereadores. Tais emendas servem de apoio as demandas da sociedade civil. Assim fica algo em torno de 900 mil por vereador.


Ocorre que mais 85 emendas extras no valor de 170 milhões foram rejeitadas pela própria Comissão. O fundamento do indeferimento é porque feriam a legislação, que "institui 1,5% das receitas líquidas para as emendas indicativas.


O cumprimento da legislação desagradou a vereadora Rose Sales. Sales foi flagrada  na gestão Castelo, recebendo 330 mil de emendas. A "bufunfa" foi parar no Instituto do Hugo Reis(pai de Rose Sales), controlado pelo maridão vermelhão.


A diferença fundamental entre a LOA(Lei Orçamentária Anual) e os argumentos políticos/intere$$eiros/eleitoreiros da "Louca Por Emendas do Cruzeiro do Anil"  e o imperativo categórico da Responsabilidade Fiscal.


"Age de forma que tua conduta se transforme em lei universal"(Emanuel Kant).

8 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.