FORTE EMOÇÃO OU GRANDE ARMAÇÃO ? CORONEL MATA JOVEM/ TIRA O CADÁVER DA CENA DO CRIME/ APRESENTA-SE EM MENOS DE 24 HORAS É LIBERADO SEM PASSAR PELOS EXAMES PARA VERIFICAR PRESENÇA DE RESÍDUOS DE PROJÉTEIS NAS MÃOS

Resultado de imagem para TIRO

Um álibi quase perfeito está sendo construído para escamotear a verdade sobre a morte do publicitário/ músico Davi Bugarin assassinado covardemente dentro da casa da namorada/ ultrajado/ exposto em via pública como resposta/ meio de esconder as provas técnicas - balística/ rastro de sangue nos cômodos do local aonde foi morto.

Durante a apresentação espontânea - construção doutrinária/ jurisprudencial/ sem previsão legal - do suposto autor dos disparos/ coronel Walber Pestana algumas contradições/ construções são verdadeiros flagrantes. O assassino diz que agiu em legítima defesa de outros - da filha/ esposa - que seriam mortas pela vítima o músico/ publicitário.

O coronel Walber Pestana diz que a discussão fora motivada por uma viagem que a sua filha teria feito com as amigas/ acontecimento que teria gerado ciúmes/ agressões  de Davi Bugarin desde as 5 horas da manhã. O coronel Walber Pestana não apresentou bilhete de passagem/ forneceu o local/ itinerário/ testemunhas da viagem causadora do ciúme. 

O histórico de ciúmes doentio/ descontrole emocional é inverso - testemunhas dizem que era a filha do coronel quem praticava as agressões. O coronel Walber Pestana não comprovou as supostas agressões sofridas/ não pediu Guia de Exames de Corpo Delito para mulher/ filha/ tão pouco perícia técnica dos "arrombamentos" no local do crime.  

Para dificultar a elucidação do crime articularam um "tiro de alerta" na hora do crime. Foram dois tiros no corpo/ dois projéteis. O terceiro de "alerta" foi posterior com objetivo de comprovar resíduos de projéteis nas mãos de Walber Pestana. A filha do coronel/ namorada da vítima não fez o exame residuográfico/ ela está internada em local desconhecido. Por quê? Vou desconstruir esse álibi.

Aguardem revelações técnicas sobre as contradições do suposto assassino/ bem como pedido de providências ao Ministério Público no sentido de que seja decreta prisões preventivas com o objetivo de elucidar a verdade sobre a morte de Davi Bugarin. A família do músico/ publicitário não se pronunciou. Como advogado/ blogueiro vou clamar por Justiça. O único Pai que pode tirar vidas é Deus


0 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.