PEGOU MAL : USO PARA FINS PARTICULARES DE VIATURA DA DELEGACIA DE HOMICÍDIOS PELO FUTURO DELEGADO GERAL LEONARDO DINIZ

Blogueiros "sarnentos"/ "caridosos" criaram uma "História das Arábias" para saída de Lawrence - disputa entre Jéferson Portela/ Márcio Jerry - na mudança do cargo de Delegado Geral na Secretaria de Segurança Pública.

Não existe "queda de braço" entre pastas sem conexão. A briga Portela X Jerry segundo os "sarnentos"/ "caridosos" seria pela vaga de deputado federal? Ambos tem condições eleitorais. Por quê disputa/ tendo espaço para dois?

Joaquim Haickel/ o "Mãe Nagiba" tenta nivelar o governo Dino pela bitola dos Sarney. Nagiba esqueceu de uma coisa/ Flávio Dino é totalmente diferente/ indiferente aos "puxa-saco"/ críticos por interesses contrariados.

A mudança de Antônio Nunes do Detran para Secretaria de Governo foi analisada como desprestígio/ depois "queda para cima"/ nomeado como futuro "homem forte". Neste governo forte é o povo/ não a catinga do poder.

Haickel tentou fazer neste governo o que fez nos outros - aconselhar para lucrar. Dino governa com todas as letras/ usa a caneta sem psicografar. As decisões na equipe são fundamentadas em critérios técnicos. Não tem eminência parda- homem forte.

A saída de Lawrence não é "História das Arábias" - luta eleitoral entre Portela X Jerry/ da mesma forma a provável ascensão de Leonardo Diniz  ao cargo de Delegado Geral. Mas todos estão sujeitos a críticas desinteressada dos do povo.

A crítica ao delegado Leonardo Diniz - uso da viatura da Delegacia de Homicídio para deleite/ café no Empório Fribal - é obrigação de cidadão. Haickel tomava café no mesmo local/ horário/ em mesa próxima. Por quê não escreveu uma linha?


Joaquim Haickel/ o Mãe Nagiba em artigo barato publicado nos blogs sarnentos/ caridosos falta trocar a pronúncia Frigal por Fribal/ confundido os tempos - governo da Sarney - em que Leonardo Diniz era o Superintendente da Capital. Frigal/Fribal? 


2 comentários:

Flaubert Menezes disse...

sempre assim

Cesar Bello disse...

Gustavo Flaubert tinha profundo senso da realidade/ analisava psicologicamente a sociedade francesa nos seus movimentos políticos/ sociais/ profissionais. É seu xará ?

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.