LUÍS "CARIDOSO" DIZ QUE PRISÃO/ BMW É TUDO DE MENTIRINHA/ QUE RIQUINHA NÃO SAIU COM DINHEIRO NA CALCINHA

O blogueiro Luís Cardoso/ o "Caridoso" sentiu faltar o chão/ o dinheiro fácil na mão. Sem credibilidade/ taxado de safado no coletivo/ evitado nas rodas de empresários/ afastado do convívio dos políticos oportunistas que pagavam por colunas - Roberto Rocha era um que escrevia no Blog do Luís Cardoso todos os domingos - resolveu desmentir no Jornal "O Imparcial" o que mentiu no seu fajuto blog/ carimbado pela Polícia Federal como instrumento de extorsão.

Luís Cardoso/ o "Caridoso" disse no seu blog que não tinha nada - a BMW era alugada/ o apartamento em que mora com a companheira Riquinha também/ que tinha apenas seis reais no cofre/ que Riquinha não saiu com dinheiro na calcinha/ quando a Polícia Federal adentrou na suíte "caridosa". No Jornal " O Imparcial"/ temendo o que vou revelar disse que comprou a BMW/ dando de entrada um Fusion. Não disse dos valores/ com quem/ como realizou a transação.

Conforme se depreende dos diálogos abaixo publicados - Kiel Martins/ o Cachorro dos Cardosos em tratativas com Marcelo Minard faz referência a "Operação Ilson Mateus" dizendo exultante entre risos : "Cardoso comprou logo uma BMW". De quem era o Fusion dado como entrada ? Da Gang do Fusion ligada ao parlamentar que mandou 12 advogados para a Polícia Federal ? Por quê Cardoso não falou que deu 30 mil de entrada?

O novelo é maior. O filho de Luís Cardoso/ Luís Pablo/ o Pablo Escobar comprou uma outra BMW - de cor preta - zerada. O outro filho de Cardoso/ Neto Ferreira também comprou outra BMW - de cor branca. Tudo com o aval do pai. O interessante é que a frota de BMW foi adquirida após a denúncia de que um parlamentar havia adquirido uma concessionária de importados/ emprestando dinheiro a juros. Uma mão suja lavou a outra/ Kiel Martins/Antônio Martins lavaram o resto?

Alvo : Edilásio Junior
Objetivo : BMW




Edilázio Júnior, Factoring e a aquisição de parte da BMW no Maranhão

Por Luís Pablo

"Todos sabem que o deputado estadual Edilázio Júnior (PV) tem como “atividade oculta” o ramo de emprestar dinheiro.
E como todos sabem também, o empréstimo entre pessoas físicas não é proibido por lei, exceto quando há cobrança de juros abusivos. Isso porque a transação pode ser considerada um crime de agiotagem.
Mas esperto e para não correr o risco de se envolver em um problema criminal, Edilázio se segura na legalidade das Factoring – empresa que empresta recursos e cobra juros.
Foi por conta de uma Factoring que o parlamentar se tornou sócio do empresário Luís Roberto Albuquerque, mais conhecido como Bebeto, filho do presidente do Grupo Dalcar.
Segundo fontes do Blog do Luis Pablo, Edilázio Júnior usava a Factoring de Bebeto para emprestar dinheiro. O deputado era uma espécie de braço financeiro do empresário, que emprestava o recurso.
Com a crise, muitos empresários – dizem que até políticos, deixaram de pagar o dinheiro que pegaram emprestado à juros da Factoring. Por conta disso, a dívida do empresário Bebeto virou uma bola de neve com Edilázio, que cobrou a fatura.
Resultado, o deputado pediu parte da BMW no Maranhão, que pertence ao empresário. Para sanar o débito, Bebeto Albuquerque passou uma porcentagem da concessionária para Edilázio Júnior, que aumentou seu patrimônio e agora é o mais novo empresário no ramo automobilístico.
Feliz Natal!!!"
 Deputado Edilázio Júnior

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.