Publicidade

SARNEY QUER SABER QUEM ESCREVERÁ SOBRE PRECONCEITOS/ COSTUMES DA ATUAL SOCIEDADE MARANHENSE ? É SÓ LER OS BLOGS QUE ELE ENCONTRÁ O RETRATO TRÊS POR QUATRO/ ÁLBUM/ QUADROS "EM FAMÍLIAS"

Sarney escreve na sua coluna dominical sobre o Crime da Baronesa de Grajaú - ela matou um escravo de 8 anos de nome Inocêncio/ foi absolvida e o Promotor Celso Magalhães foi exonerado do cargo.


O crime repercutiu ao longo da história - aconteceu em 1876/ foi romanceado/ historiado/questionado. Sarney exercendo a função de Oficial de Justiça no Tribunal do Maranhão diz que "guardou" o processo.

A "guarda" do processo durou até a entrega à Josué Montello  que fez bom uso/ escrevendo o romance "Os Tambores de São Luís"/ considerada obra prima de Montello - particularmente prefiro "Os Degraus do Paraíso".


Sarney não comenta o crime - a assassina era esposa do vice- governador/ chefe do Partido Liberal - com medo de  incompatibilizar-se com os familiares do dr. Santos Jacinto/ que atestou a morte como ataque de vermes.


Sarney quer saber que vai retratar os preconceitos/ costumes da atual sociedade maranhense. Basta ler os blogs que ele encontrará  do seu retrato três por quatro/ álbum/ quadro "em famílias". O problema são os processos Sarney.

"Eu corro, fujo dessa sombra
Em sonho vejo este passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Não quero ver pra não lembrar "

 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.