RESTROSPECTIVA 2015/ COMPARATIVO 2014(PARTE I) : ECONOMIA DE MILHÕES/ PRISÕES DE FIGURÕES

O ano de 2015 foi de inegáveis mudanças no Maranhão. Em que ano/governo os cortes de mordomias(iguarias/bebidas finas/ festas/ recepções no palácio dos Leões)/ despesas chapa branca(jatinhos/ combustíveis/ diárias/ publicidade) o estado/governo economizou comprovados 100 milhões de reais ?
Resultado de imagem para roseana lagostasResultado de imagem para roseana lagostas

Um ano antes(2014) era bem diferente. As geladeiras do Palácio dos Leões eram entulhadas de lagostas/ camarões frescos/ patinhas de caranguejo/ salmão/ bacalhau do Porto. A adega repleta de bebidas importadas. Tudo isso a um custo milionários/ mensal a ser pago pelos contribuintes do pobre Maranhão.   

Resultado de imagem para roseana lagostasResultado de imagem para roseana lagostas

Em que século/ década/ ano foi preso algum membro do primeiro escalão dos governos maranhenses/ descende de família tradicional por envolvimento com desvios de recursos/ propina ? O empresário João Abreu foi preso em 2015, por suposto envolvimento no pagamento de precatórios do estado(Caso Constran).

Resultado de imagem para preso joão abreuResultado de imagem para preso joão abreu

Um ano antes(2014) era inconcebível que um membro de um dos clãs mais tradicionais do Maranhão dormisse na cadeia. Quantos não foram acusados de desvios/ improbidades e não "dava em nada"? Quantos enriqueceram sem qualquer punição ? E os saudosos da impunidade ainda dizem que não teve mudança.


Resultado de imagem para POSSE DE JOÃO ABREUResultado de imagem para POSSE DE JOÃO ABREU


Mutatis Mutandis - Mudar o que deve ser mudado.

4 comentários:

Luiz Francisco Martins disse...

Qual significado de uma prisão cautelar desnecessária?

Luiz Francisco Martins disse...

Qual significado de uma prisão cautelar desnecessária?

Cesar Bello disse...

Prisão cautelar desnecessária? Foi pedida por Roberto Rocha/ Ricardo Murad ou outro "injuriado/ difamado/ caluniado" contra a atividade do blogueiro Cesar Bello? Prisão cautelar desnecessária seria o despacho do juiz, negando o absurdo ? Onde vc leu a expressão.

Anônimo disse...

Não fecho os olhos para os pontos positivos do novo governo mas não se pode negar que algumas coisas não foram explicadas e os envolvidos permanecem impunes. Acho que falta uma postura mais republicana na condução da coisa pública em nosso Estado.

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.