JOGO DUPLO : ROBERTO ROCHA GARANTE VAGA DE FUFUQUINHA NA COMISSÃO DE IMPEACHEMENT

O senador Roberto Rocha(PSB) é o mentor político do deputado federal André Fufuca(PEN), o "Fufuquinha", desde a sua primeira eleição - para deputado estadual pelo PSDB.

O pai de "Fufuquinha", o ex-deputado estadual(PFL), ex-secretário de Previdência do Governo de Luís Rocha, Chico Dantas estava inelegível(2010). A solução foi lançar Fufuquinha.


Fufuquinha não tinha ficha de filiação dentro do prazo legal - 1 ano. Roberto Rocha presidia o PSDB, justificando o registro em atraso junto ao TRE-MA por esquecimento do Diretório.

"Fufuquinha" elegeu-se na garapa da derrota de Rocha para o Senado - Rocha não se elegeu, atrapalhou a eleição de Zé Reinaldo, mas puxou "Fufuquinha" para Alema.

Na última eleição(2014) Rocha orientou "Fufuquinha" para a legenda do PEN, onde poderia no reboque da sua eleição chegar na Câmara dos Deputados. Fufuquinha se elegeu e "obedece/cego" as orientações do "seu senador".

Desde que chegou a Câmara dos Deputados André Fufuca, o Fufuquinha foi colocado por Roberto Rocha a disposição de Eduardo Cunha. Cunha em outras ocasiões já havia prestigiado Fufuquinha. Hoje não poderia ser diferente.

Roberto Rocha vota publicamente pela liberdade de Delcídio Amaral/ mas articula as escondidas apoio ao impeachment. Rocha é amigo incondicional de Aécio Neves de quem comprou/ vendeu fazendas em Minas Gerais.

Rocha equaciona que o PMDB chega na Presidência pelo golpe, mas lá não se sustenta. Rocha dá como certa a eleição de Aécio Neves - Presidente - em 2018. Por essa conjugação de fatos presentes/passados/futuros Rocha quer se eleger governador. 

Só falta combinar com o povo.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.