Publicidade

FIM DAS ELEIÇÕES EVANGÉLICAS : VOTAÇÃO DE SÃO LUÍS POR DISTRITO ELEITORAL

A aprovação do voto distrital- 1 vereador por distrito - provocará mudança na estratégia dos candidatos. Como fica em São Luís com o fim das eleições "evangélicas", onde um mesmo vereador podia ser votado e eleito por vários bairros?

Em cada bairro da Capital sempre tem uma igreja evangélica, um escritório de empréstimo, uma "boca de fumo/merla/crack" e vários "cabos eleitorais" dos candidatos a vereador, que na maioria das vezes não conhecem os bairros.  

Holanda Junior sai fortalecido com a reforma. O projeto das subprefeituras é anterior a aprovação do voto distrital. Imagina o poder de fogo de um subprefeito nos distritos como a Cidade Olímpica/Operária/Anjo da Guarda/Ilhinha?

Holanda Junior ainda não nomeou a maioria dos subprefeitos. Doravante os subprefeitos passam a ter papel fundamental  na escuta popular/execução das obras. Para facilitar a legislação os proíbe de disputar eleições no cargo.

A aprovação do voto distrital promoverá base aliada menos gelatinosa ao Prefeito de São Luís, Holanda Junior. O voto distrital simples acaba o "toma lá da cá". O interesse volta-se para a execução das obras  nos principais distritos. 

Peço desculpas aos leitores pela pífia produção da quinta(22). De improviso celebramos os seis anos de idade do meu filho, o Augusto. Tudo de forma feliz, simples, divertida. O bolo pequeno lembrou o milagre de Cristo na repartição dos pães.

Coisa de bairro da Zona Rural.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.