ASSIMILAÇÃO/ ADAPTAÇÃO : SITUAÇÃO/ OPOSIÇÃO

Durante 48 anos de mando/ desmandos da família Sarney, seus filhos(Roseana/Fernando/Zequinha) destroçaram todos os setores da atividade pública/privada no Maranhão- tudo ficou viciado/ corrompido.

A lei Sarney no resumo era : Sarney é Sarney. A interpretação tinha seus rígidos/caninos/fieis postulados, ou "riscado" como preferiam os do meio político, sempre em obediência aos preceitos do sarneísmo:

Artigo 1º- Todo poder emana de Sarney e em nome dos seus três filhos será exercido ;

Artigo  2º- Está lei entrará em vigor nas repetidas datas de eleições no Maranhão;

Artigo   3º-  Revoga-se todas eleições em contrário.

Sarney repetiu em dobro(48) o que Vitorino fez em 24 anos de politicagem/politicalha. A malha institucional que mantém o controle social, mesmo com a recente eleição de Flávio Dino ainda obedece Sarney.

A oligarquia Sarney tem os mesmos objetivos/métodos/modelos da dinastia dos Médici, que em intercalados 150 anos mandou no Sul da Itália.  Sarney pensa voltar ao poder para ficar por mais 100 anos.

O deputado estadual Adriano Sarney já apresenta-se como oposição do futuro. Adriano durante 25 anos tinha como nome de batismo Sarney Neto. Razões etílicas/políticas/ familiares fizeram-no mudar de nome.  

Eu tinha um cachorro pitbull com pedigree. O nome dele era "Rompe Ferro". Meus amigos achavam feio um pitbull com o nome de "Rompe Ferro". Mudei o nome para "Ralf". O bicho não assimilou/adaptou.

José Cirilo e o pedigree cultural. É muito besteirol em 4 minutos de entrevista. Depois de encolher os ombros e a cabeça como jabuti, Sarney Neto ou Adriano Sarney Filho explica porque entrou na política.



2 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.