PRIMEIROS EFEITOS LAVA-JATO : CANDIDATURA DE WEVERTON ROCHA ROLA LADEIRA À BAIXO

O serelepe deputado federal Weverton Rocha/ o "Maragatuno" sentiu os primeiros efeitos da "Lava-Jato" na sua candidatura ao Senado - a prisão em São Luís do sócio mafioso na compra da TV Difusora Willer Tomás/ o "Come Ainda Quer Mais"/ envolvido na venda de informações a JBS com o Procurador da República Angelo Goulart Vilela afastou lideranças de peso.

Weverton Rocha solto/ de olho na possibilidade tomar conta da Difusora visitou Willer Tomás na carceragem/ dizendo que amigo é para horas boas/ más. Edinho Lobão deu prazo para o cumprimento das parcelas vincendas. Rocha quer o dinheiro de Tomás para concretizar a compra/ apoderar-se do Complexo de Comunicação dos Lobão vendido para Tomás.

Tomás/ o "Come Ainda Quer Mais" tem carreira jurídica meteórica semelhante a ascensão política de Rocha que acumula malfeitos desde os tempos juvenis quando presidiu a União Maranhense dos Estudantes/ a UMES. Tomás/ Rocha são sócios em na misteriosa/ mafiosa compra da TV Difusora de propriedade dos indiciados/ investigados Lobão/ pai/filho.

                               ANTES

   
DEPOIS

Antes da prisão do enrolado advogado  Willer Tomás/ o investigado deputado Weverton Rocha conseguia reunir dezenas de prefeitos em apoio a sua candidatura ao Senado. Depois da prisão de Tomás/ Rocha apesar da mega estrutura que lhe faz corte nos eventos pré-eleitorais - palanques/ tendas/ outdoors - não consegue a presença de prefeitos/ figuras de peso político .

1 comentários:

Unknown disse...

Weverton só ficará se Tomás Turbando... na vontade de ser Senador.

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.