CANALHAS TRAVESTIDOS DE JORNALISTAS RESPEITEM O SENTIMENTO DE UM PAI AMOROSO/ DEDICADO QUE AINDA SOFRE COM A PERDA DO FILHO

O jornalista/ blogueiro Diego Emir comete mais uma canalhice motivado por interesses contrariados.  Emir queria que o governo Dino bancasse a Revista Maranhão Hoje. Não conseguiu/ tornou-se adversário do governador.

Emir repercute informação sem dar crédito a fonte - jornal/ blog/ assessoria de onde extraiu a matéria - de que o médico Haeckel Moraes nega ter dado propina ao então promotor Diúlas Rodrigues para não denunciá-lo.

Diúlas Rodrigues ainda no cargo de promotor no DF arquivou a acusação contra a médica que atendeu o filho de Flávio Dino/ Marcelo Dino com crise de asma e por fundamentado erro médico teria levado a óbito o jovem paciente.

Percebam a maldade da postagem : o médico Haeckel Moraes nega que Diúlas Ribeiro tenha lhe cobrado propina. Emir em seguida informa que o promotor Diúlas Ribeiro arquivou a acusação contra a médica que atendeu o filho de Flávio Dino.

Emir que nos fazer crer que Dino participará de reunião para incriminar o promotor Diúlas Ribeiro/ pelo fato do mesmo arquivar a acusação contra a médica responsável pelo atendimento do filho. Emir diz que a PGJ investiga a reunião com um "Flávio".

O histórico de Dino não autoriza pensar fora da lei. Todavia a contradição da postagem é flagrante - incriminar o promotor Diúlas com a declaração de um médico sem qualquer vinculação  com a morte de Marcelo Dino?Provar que Ribeiro é propineiro?

Se o hoje desembargador Diúlas Ribeiro é propineiro não mudaria os fatos/ decisões enquanto promotor. Portanto não faz qualquer sentido a informação de que um "Flavio" participou de reunião que discutia se Diúlas Ribeiro era/ é propineiro.

Faço esta postagem após nebulizar o meu pequeno Augusto. Penso que o jornalista Aquiles Emir/ pai de Diego Emir não lhe ensinou o fundamental - o respeito ao sentimento de um pai amoroso/ dedicado que sofre a perda do filho. Que Deus perdoe estes canalhas/ desumanos/ interesseiros.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.