LUXO/ LUXÚRIA DOS CARIDOSOS&COMPANHIAS : FOTOS DAS FARRAS/ BUNDALÉ-LÉ/ CHEIRA/ CHEIRA/ RASGA SUNGA/ OSTENTAÇÃO/ PEGAÇÃO/ FELAÇÃO/ CUNILÍNGUA NOS MOTÉIS

O grau/ pluralidade/ nível inexplicável da ostentação entre os familiares do blogueiro Luís Cardoso estendeu-se entre seus comparsas/ quadrilheiros que o auxiliavam  na arte da extorsão.

Cada filho de Luís Cardoso ostenta uma BMW. Todos moram em caríssimos condomínios nas áreas mais nobres da Capital. Os quadrilheiros da Gang  dos Cardosos seguem o mesmo padrão/ ostentação. 

Como explicar esse nível/ padrão de vida sem renda proporcional que justifique os patrimônios incompatíveis ? Corrompendo/ extorquindo mediante ameaça da exposição pública das suas vítimas.

O modo de operar/ agir/ extorquir/ corromper fica explícito nas investigações. Os diálogos entre os membros da Organização Criminosa mostra como as vítimas eram achacadas pelos Cardosos/ chacais.

Vamos de forma cartesiana - por partes/ das mais fáceis para as mais difíceis - mostrar como foram adquiridos parte dos patrimônios/ com postagens denunciadoras/ ameaçadoras até conseguir os bens.

Alvo : Edilásio Junior

Objetivo : BMW







Edilázio Júnior, Factoring e a aquisição de parte da BMW no Maranhão

Por Luís Pablo

"Todos sabem que o deputado estadual Edilázio Júnior (PV) tem como “atividade oculta” o ramo de emprestar dinheiro.
E como todos sabem também, o empréstimo entre pessoas físicas não é proibido por lei, exceto quando há cobrança de juros abusivos. Isso porque a transação pode ser considerada um crime de agiotagem.

Mas esperto e para não correr o risco de se envolver em um problema criminal, Edilázio se segura na legalidade das Factoring – empresa que empresta recursos e cobra juros.

Foi por conta de uma Factoring que o parlamentar se tornou sócio do empresário Luís Roberto Albuquerque, mais conhecido como Bebeto, filho do presidente do Grupo Dalcar.

Segundo fontes do Blog do Luis Pablo, Edilázio Júnior usava a Factoring de Bebeto para emprestar dinheiro. O deputado era uma espécie de braço financeiro do empresário, que emprestava o recurso.

Com a crise, muitos empresários – dizem que até políticos, deixaram de pagar o dinheiro que pegaram emprestado à juros da Factoring. Por conta disso, a dívida do empresário Bebeto virou uma bola de neve com Edilázio, que cobrou a fatura.

Resultado, o deputado pediu parte da BMW no Maranhão, que pertence ao empresário. Para sanar o débito, Bebeto Albuquerque passou uma porcentagem da concessionária para Edilázio Júnior, que aumentou seu patrimônio e agora é o mais novo empresário no ramo automobilístico.
Feliz Natal!!!"

Deputado Edilázio Júnior

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.