IMPOSTO DA CONSTRUÇÃO CIVIL : PAPAGAIO/ FERNANDO SARNEY COMEU O MILHO E QUER QUE FLÁVIO DINO LEVE A FAMA




As milionárias empresas da construção civil/ terraplanagem/ outros gêneros do ramo reclamaram para os padrinhos/ apadrinhados/ pagadores/ recebedores de doações/ sócios - a família Sarney/ em particular Fernando Sarney - do futuro recolhimento de valores sobre compras de insumos em outros Estados.


A maioria dos empresários da construção civil pedia/ dava "bença" para Fernando Sarney. Todos os contratos - empresas/ estado - da construção passavam pelo crivo do Sarney/ que impôs ao governo da irmã/ Roseana Sarney desonerar em 11% as compras de insumos - cimento/ tijolo/ telha/ argamassa - em outros Estados. 


O Sarney seria sócio oculto de empresas que produzem estruturas de cimento utilizadas na construção civil - condomínios residenciais/ prédios. Estas empresas deveriam recolher aos cofres estaduais 11% nas compras de insumos em outros Estados. Mas por interesse/ imposição do Sarney pagam apenas 3%.

A desoneração por Fernando Sarney ao governo da irmã/ Roseana Sarney implica em déficit de 11% para os cofres/ investimentos no Maranhão em toda as transações das empresas de construção  civil nas compra em outros estados. A correção dos 11% é dever do atual governo. Mas o grito de Fernando Sarney é bem maior.

Fernando Sarney manda os empresários da construção civil gritarem - "desemprego/ falência" - para disfarçar o real objetivo - proteger suas fábricas de construção de postes de cimento em nome de sócios  - que vendem aos borbotões para as companhias elétricas no Maranhão - Capital/ Municípios - locais sem rede subterrânea.

 

Como diz o ditado : "papagaio come o milho/ periquito leva a fama". Neste caso eram 3 papagaios - Fernando comendo/ Roseana comendo por exonerar/ empresário que desonerado pagava o milho. Com a atual legislação não existirá a prejudicial desoneração em 11% dos impostos/ beneficiando os "papagaios" de Fernando Sarney. 

 

 Chora Fernando Sarney

1 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.