Maranhão

DEPUTADOS REVOLTADOS/ INFANTIS DERROTADOS NAS ELEIÇÕES DE 2016 QUEREM SE VINGAR TENTANDO IMPEDIR A ARRECADAÇÃO QUE VISA INVESTIMENTOS NA SAÚDE/ EDUCAÇÃO/ HABITAÇÃO/ PAGAMENTO DE SALÁRIOS

http://gilbertoleda.com.br/wp-content/uploads/2017/03/oposic%CC%A7a%CC%83o-1024x452.jpg 
 

Os deputados estaduais Adriano Sarney/ Andréa Murad/ Edilásio Junior/ Souza Neto/ Eduardo Braide/ Wellington do Curso ainda revoltados com as derrotas nas eleições municipais principalmente em São Luís/ Coroatá/ Paço do Lumiar/ Raposa entre outros municípios partiram para a vingança.

O "sexteto" dos "Vingadores" obedecem orientação da família Sarney. Eduardo Braide teria sido visto saindo de dentro do Sistema Mirante em pleno domingo(19). Braide teria recebido orientação de Fernando Sarney para comandar a orquestração da falsa incidência de ICMS na construção civil.

O "ICMS de Proveta na Construção Civil" - aquele que antes de ser já era -  nunca existiu/ nem vai existir/ posto que a legislação tributária não prever a incidência de cobrança na construção civil. O Superior Tribunal de Justiça(STJ) decidiu nas compras de insumos recolhimento para os estados.

O recolhimento ínfimo de valores - apenas 3% - beneficiavam um grupo de empresários ligados a Fernando Sarney/ que compravam os insumos da construção civil fora do Maranhão/ gerando desemprego/ falência dos comerciantes/ que pagavam fretes altos/ mas ainda conseguiam lucrar.

Empresários que vendiam insumos no estado abriram falência durante o governo de Roseana/ que pressionada por Fernando aprovou lei/ diminuindo o recolhimento para 3%  nas compras fora/ estratégia que beneficiava sócios/ prejudicava os que vendiam fora do esquema Sarney no Maranhão.

A decisão do Superior Tribunal de Justiça acabou com a "guerra fiscal" - comprar mais barato em outros estados/ recolher quase nada no estado de destino das compras de insumos.  A decisão judicial quebrou o esquema de Fernando Sarney. Flávio Dino é apenas obrigado a cumprir a decisão do STJ. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.