TUDO DIFERENTE : EFEITO DESENCANTO PATROCINADO PELA MÍDIA SARNEY NÃO ACONTECEU COM FLÁVIO DINO QUE TEM 61% DE APROVAÇÃO DO POVO DO MARANHÃO

José Sarney/ também conhecido como "Zé Bandalha" experiente profissional da política indicou durante a ditadura militar os governadores Pedro Neiva/ Nunes Freire/ João Castelo. Sarney rompeu com todos após o segundo ano dos governos. Por quê rompeu ? Sarney apostou no efeito desencanto do povo com os governos depois de dois anos/ encanto pelo poder dos governadores após a posse. Deu certo.

José Sarney/ o "Zé Bandalha" apoiou as eleições "diretas" - com a força que tinha no centro do Poder/ na malha institucional  do Maranhão -  de Luís Rocha/ Epitácio Cafeteira/ Edson Lobão/ Roseana Sarney/Zé Reinaldo - mas só não brigou com a filha/ Lobão depois de 2 anos de governo. Por quê Sarney/ o "Bandalha" rompeu com 3 governadores/ só não rompeu com a filha/ Roseana/ Lobão ? 

Zé Sarney voltou a apostar/ acertar no desencanto do povo/ pela incompetência dos governos após o segundo ano/ bem como no encanto dos governadores pelo canto dos corruptores após a posse. Depois de 2 anos dos governos/ todos os governadores  estavam ricos por 2 gerações - 40 anos. Sarney desviava com eles/ sabia do prazo de validade. Dai para frente a Mirante matava "a pau".

Por quê José Sarney não brigou com Edson Lobão ? Lobão esperto comprou a Difusora/ transformando no Sistema Difusora - televisões/ rádios em todo o Maranhão. Mas a briga entre Edinho Lobão/ Fernando Sarney era tamanha que incluiu até "calcinha de mulher" - Edinho teria jogado no rosto de um amigo do Sarney/ a peça íntima de uma amante que disputavam - a calcinha era da mulher do que levou a "calcinha no rosto".

Sarney não brigaria com a filha Roseana Sarney por motivos óbvios/ afetivos/ familiares/ financeiros. Contudo se acentuou a briga Jorge Murad/ Sarney Filho que já disputavam poder desde a posse de José Sarney na Presidência. Tudo foi contornado com a inclusão de Adriano Sarney como sócio do casal Jorge Murad/ Roseana Sarney na empresa sediada na França - aluguel de jatinhos/ outros negócios/ patrimônios.

Flávio Dino termina o segundo ano de governo com 61% de aprovação do povo do Maranhão. Por que não aconteceu o desencanto ? A competência/ transparência/ honestidade/ responsabilidade/ prioridades aliaram-se ao sentimento de justiça/ humildade de um governador que não se encantou pelo Poder/ não deixou que o canto dos corruptos fosse sequer entoado perto/ longe do governo.

Não adiantou a mídia Sarney espalhar pânico/ mentiras durante o necessário/ democrático - para o bem do povo - aumento de 2% na arrecadação do ICMS. O povo entendeu que o pequeno aumento é necessário para evitar a paralisação do comércio/ da economia - parte da arrecadação serve para a regularidade da folha de pagamento dos funcionários que alimenta/ aquece o comércio.

A Osvaldo Cruz/ Rua Grande está lotada. O governo pagou 13º/ salário adiantado em 2016/ garantiu antecipação do 13º no mês de janeiro de 2017. Os funcionários públicos movimentaram/ aqueceram o comércio/ a economia. A competência/ responsabilidade na arrecadação/ distribuição permitiu aos maranhenses um Feliz Natal/ perspectiva de um bom começo de ano.


 Rua Grande cheia/ manifestação vazia.

2 comentários:

Pereira Vieira disse...

Dom César,

Me desculpa, mas nunca vi povo comemorando aumento de impostos!
Acho que o sr já está exagerando na defesa desse governo nada comunista!
Parabéns ao governo do Maranhão por ter pago o salário no dia enquanto outros estados não o fizeram!
A medição dessa popularidade vem no exato momento em que o povo está reavaliando o apoio dado o dr Flávio Dino.semana passada estive em sluis para sepultar o velho Chico Vieira (meu pai) e ouvi de taxista a professor reclamando da nosso político comunista.
O Maranhão se libertou do coroné, mas isso não quer dizer que o substituto terá tranquilidade pra governar em céu de brigadeiro.
O dr Flávio precisa urgente colocar em prática politicas públicas efetivas que visem a satisfação do seu eleitorado sob pena de perder prestígio político nos próximos 2 anos.
Apesar da desconstrução feita todos os dias, a oposição continua viva e com dinheiro em caixa tu sabes muito bem do que o povo é capaz de aceitar...

Pereira Vieira disse...

Dom César,

Te digo mais, o Maranhão precisa de política educacional forte.depois, precisa ter incentivar jovens empreendedores com fomentando a atividade econômica.
Tem um mar de oportunidades mas sem recursos e impossível um empreendedor alavancar qualquer negócio.necessariamente, precisa-se incentivar que o povo dependa cada vez menos do serviço público.
Neste momento é inviável atrair empresas de grande porte pq a economia mundial recomenda cautela na expansão de negócios.
Portanto, necessário que o governo inicie urgentemente um programa para ocupar jovens que estão entrando na idade economicamente ativa.
O micro-credito é a saída neste momento, mas isso leva tempo, demanda organização e portanto é muito mais fácil gestacionar um decreto no palácio e combinar com 2 duzias de deputados loucos por uma liberação de uma emendinha parlamentar pendente, não?
Quem ousa fazer opção a um modelo padrão nessa nossa república de oportunistas?
Até César bello ficou flexível!

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.