SOZINHO NÃO ELEGE NEM VEREADOR/ IMAGINA GOVERNADOR : ROBERTO ROCHA PAGA REGA-BOFE PARA JORNALISTAS CATARRO/ OS DO PEITO E SINALIZA PEDIR ARREGO PARA FLÁVIO DINO

Roberto Rocha não tem voto para eleger-se vereador/ imagina governador. Rocha é um exímio traidor/ herdou sucessivos(04) mandatos de deputado dentro da estrutura oligárquica dos Sarney. Depois(2006) se jogou na dissidência comandada por Zé Reinaldo a quem traiu/ disputando mandato de senador/ facilitando a eleição de João Alberto/ Edson Lobão/ impossibilitando a eleição de José Reinaldo.

Em 2010/ Roberto Rocha/ Edson Vidigal a pedido de Sarney disputaram com Zé Reinaldo duas vagas do Senado. Os três na disputa inviabilizaram somar os votos da oposição em um só candidato/ garantindo a uma das vagas. Resultado : os governistas João Alberto/ Edson Lobão unidos levaram as duas vagas. A estratégia urdida pelos Sarney/ com a colaboração de Roberto Rocha/ Vidigal foi um sucesso.


O primeiro mandato de estadual(1990)/ tal qual Sarney Filho foi presente do pai/ o ex-governador Luís Rocha. Os dois primeiros mandatos de deputado federal foram conquistado dentro do PMDB/ pela "régua/ compasso" das medidas dos currais eleitorais encabrestados pelos Sarney. O último mandato "doado" foi na esteira de Jackson Lago. Zé Reinaldo ficou no governo/elegendo a maior chapa de deputados federais pela oposição no Maranhão.


Daí em diante Roberto Rocha ficou no ostracismo político/ até que resgatado pelo deputado estadual Edvaldo Holanda elegeu-se vice-prefeito de São Luís/ guindado depois ao cargo de senador pelas súplicas do solidário Edvaldo Holanda. Mas a natureza de Roberto Rocha é dos traidores covardes. Aboletado no Senado o cabra traiu os Holanda/ justificando mais uma traição pelo jogo eleitoral do filho/ o playboy Roberto Junior.



Roberto Rocha na sua obsessão doentia de ser governador do Maranhão sonha com o fim da reeleição a partir de 2018. Rocha acha que pelo fato de ser senador é o sucessor do governador Flávio Dino. Primeiro que a Proposta de Emenda a Constituição(PEC) que acaba a reeleição não alcança os atuais detentores dos mandatos de governador. A regra ainda que promulgada em 2016 teria validade a partir de 2018. Chupa traidor.

rocha

Rocha ofereceu rega-bofe para os jornalistas catarro - os do peito. Rocha colocou-se como a última Cola Jesus/ o último cavalo Incitatus do Senado a galope do Governo do Maranhão. Rocha pretende impor a ideia de que não tem outra alternativa para o governo/ 2018 com o fim da reeleição. Ainda que Aécio Neves conseguisse colocar no texto da PEC a expressão "proibida a reeleição de todos os executivos a partir de 2014" a opção é Edvaldo Holanda Junior.

Roberto Rocha ficou sem opção/ não é a opção. A sua história política é representada por sucessivas traições/ que até hoje lhe permitiram continuar na vida pública sem votos para eleger o filho vereador. O desespero de Roberto Rocha é semelhante ao dos Sarney - a reeleição de Flávio Dino é o enterro das oligarquias moribundas. As eleições municipais de 2016 acabaram a troca/ o seis por meia dúzia. A mudança política se concretizará em 2018. Avante! 

Não adianta pedir arrego - no almoço Roberto Rocha estava cheio de salamaleques quando era colocado o nome do governador Flávio Dino. Tu és traidor Roberto Rocha. Quem acredita em Roberto Rocha sabe o  que o espera - a traição. Esse cabra traiu Zé Reinaldo/ os Holanda/ Dino e agora vem de novo com essa conversa de "convergência"/ "campo democrático". Esse não fica certo/ nem dentro do caixão. Rocha nem com "Som de Valsa".  

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.