LUCAS PORTO TENTOU ESCONDER AS IMAGENS DO CIRCUITO INTERNO DO GARVEY PARK/ PRÉDIO EM QUE OCORREU O CRIME HEDIONDO

Lucas Porto está em uma "camisa de onze varas" - pano grosseiro nos quais se vestiam os condenados na Idade Média.

As evidências/ provas saem de Lucas/ voltam para Porto. Lucas tentou sem sucesso esconder o crime de várias formas.


Vestiu mangas compridas - para esconder escoriações. Síndico do prédio onde ocorreu o crime não permitiu acesso as imagens.

A Polícia Civil agiu de forma rápida/ eficiente/ técnica não permitindo a destruição das provas no corpo da vítima/ do frio/ calculista assassino.  

Mesmo diante das provas/ evidências/ constatações Lucas Porto nega de "cara dura" o crime/ atribuindo o fato ao marido da vítima/ vizinha.


O exame de DNA nas unhas/ vulva da vítima não deixarão espaço para o álibi de Lucas Porto. Crime que sai de Lucas/ chega a Porto sem fazer escalas.

3 comentários:

Anônimo disse...

Caro "Jornalista", vc ouviu a estória mas nada assimilou, veja direitinho que a postagem está totalmente equivocada. Nada aconteceu no Gran Park, bem como ele é o síndico do prédio em que mora e não daquele onde foi praticado o delito.

Anônimo disse...

Em Pedrinhas, Kids Bengala estão lubrificando as ferramentas pra brincarem com o play boy.

Cesar Bello disse...

Creio que vc esteja equivocado. As declarações do Secretário de Segurança informam que ele tentou evitar p acesso as imagens/ quanto ao endereço/ nome do prédio pode ter ocorrido equívoco/ mas nada muda o objetivo da postagem. Lucas Porto tentou evitar as imagens que foram elucidativas. Não sou "jornalista" sou blogueiro e tenho formação como radialista/ criminalista. Creio impossível ele tentar impedir as imagens em um prédio que não tivesse autoridade como síndico. Estou aberto as informações esclarecedoras/ mas não aceito deturpações/ "panos quentes" caro "anônimo".

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.