COMO NA FICÇÃO : O ASSASSINO VOLTOU AO LOCAL DO CRIME

O corpo de Marina Costa deve baixar na sepultura em aproximadamente 1 hora. As exéquias - orações/homenagens - seguem em clima de muita comoção. O féretro - caixa mortuária - foi fechada.

O último adeus à Mariana Costa é acompanhado pela classe política/ que tenta confortar o ex-deputado estadual Sarney Neto visivelmente abalado com o brutal assassinato da estimada filha.

Como na ficção "o assassino voltou ao local do crime" para engendrar álibi. Lucas Porto depois de consumar seus instintos bestiais/ enforcar/ asfixiar Mariana Costa voltou ao apartamento da vítima.

A Polícia estava presente quando Lucas retornou ao local do crime. O registro das câmeras/ imagens/ escoriações no corpo/comportamento de Porto autorizaram a condução/ lavratura do flagrante.

Porto sociopata queria consternar o meio em que vivia/infelizmente conseguiu. Lev Vygotsky teórico do comportamento equaciona história de vida + meio para resgatar a motivação das ações humanas. 

Durante o enterro todos buscavam explicação para o tresloucado gesto do cunhado-assassino. Porto chegou a postar no Instagram imagens com a vítima/ filhas. Frieza/ cálculo/ monstruosidade.

lucas-porto-redes-sociais  
Mariana Costa jovem senhora religiosa/ devotada as filhas/ a família é mais uma vítima da bestialidade humana. Mariana segura na mão de deus/ segura na mão de deus e vai/ ele te guiará. Que Deus perdoe este homem/ que a Justiça dos Homens investigue/ apure esta monstruosidade.
 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.