CRISE INSTITUCIONAL ARTIFICIAL(OAB/ MP/ PGJ/ TJ) É REAÇÃO DA MALHA INSTITUCIONAL SUBSERVIENTE A SARNEY PARA EVITAR EVOLUÇÃO DAS INVESTIAGAÇÕES/ PRISÕES DO BANDO DE ROSEANA SARNEY/ DEVOLUÇÕES DE VALORES DESVIADOS

A crise institucional (OAB/ MP/ PGJ/ TJ ) artificial que grassou por meio de Notas emitas de forma progressiva foi estratégia da malha institucional subserviente a Sarney/ para impedir a evolução das investigações/ prisões dos membros de Roseana Sarney&Bando todos(as) atualmente sem foro privilegiado/ sem mandatos / devoluções dos valores bilionários desviados da SEFAZ.

Membros da Orcrim chefiada por Roseana Sarney ameaçavam falar tudo sobre "Máfia da SEFAZ" em futura/ próxima delação premiada. O advogado Jorge Arturo Junior/ sua madrasta Euda Arturo foram os primeiros a pedir "salvo conduto" - "me livra da cadeia se não eu falo quem me dava dinheiro para comprar precatórios" - para os Sarney. Marcos Lobo correu para Ricardo Murad.


A reação da malha institucional dominada foi adredemente orquestrada : a nota dó da Associação Nacional dos Procuradores(ANAPE)/ a ré da Ordem dos Advogados (OAB-MA)/ criticando a Força Tarefa ao invés de compor contra a Sonegação Fiscal/ o mi da Procuradoria Geral de Justiça em defesa do membro Helena Haickel/ casada com parceiro/ parecerista de baralho de Roseana Sarney. 

Desculpem o atraso na sequencia lógica das postagens. Estou envolvido nas tarefas do aniversário dos 85 anos da minha amada genitora - cuidados pessoais/ material da celebração. Mas  não deixem de escutar o "Titanic"/ afundando em dó/ ré/ mi. O fá vem depois das temidas investigações/ que podem culminar com os pedidos de prisões/ devoluções de valores desviados da SEFAZ :

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.