ESPONTÂNEA ESCUTEC : EDVALDO DISPARA/ WELLINGTON MURCHA/ ELISIANE DESAPARECE

Valorizo muito as pesquisas espontâneas - aquelas em que o eleitor manifesta sua intenção de votar sem a influência da tabulação apresentada pelos institutos.

Comparo as espontâneas com as "havaianas" - a analogia lembra a propaganda das sandálias  que não "tem cheiro " de enrolação/ não soltas "tira" contratantes.

A comparação pesquisa/ sandálias tem ainda a intenção de lembrar a humildade. Edvaldo encarna a humildade/ Wellington a vaidade/ Elisiane a nece$$idade.

Na espontânea da Escutec Edvaldo disparou/ tem 21%/ Wellington murchou para 12%/ Elisiane desapareceu/ caiu para 8%/ revelando a dinâmica política/ publicitária.  

Os números revelam a inversão das estatísticas dos candidatos : há dois anos Edvaldo tinha apenas 6% das intenções de votos.  Elisiane pode terminar com votação entre 6 e 8%.

Elisiane lembra outra liderança meteórica - Pedro Celestino/ batizado nas águas das eleições majoritárias de "Sem Destino" - por amadorismo político/ falta de assessoria competente. 

Wellington Balão do Curso começou murchar - o discurso revela profundo despreparo. A possibilidade de manipulação do candidato por Roberto Rocha/ o filho é vice deve ser atacada.

Sobre rejeição perguntei para minha mãe : a senhora votaria em Elisiane Gama ? Ela respondeu "nem a pau Juvenal". Eu lembrei que meu nome era César. Ela disse : "Tu não assiste televisão".

 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.