FUNDAMENTALISMO/ TERRORISMO DOS SERVIDORES DO TJ-MA : QUEREM O JUSTO PAGAMENTO DE 21% DAS PERDAS SALARIAS/ MAS ACARRENTANDO ATRASO DE 100% DE TODOS OS FUNCIONÁRIOS DO ESTADO


Os valorosos servidores do Tribunal de Justiça do Maranhão fazem de conta que não entendem a realidade - a crise financeira que faz outros governos estaduais/ não incluindo ainda o Maranhão atrasarem os pagamentos dos funcionários por até 8 meses.

Os funcionários do TJ-MA querem receber o justo direito - 21% das perdas salariais acumuladas no ano passado/ em 2015 - mas de forma fundamentalista ignoram que se o governo pagá-los atrasará 100% da folha de todos os servidores do Maranhão.

A greve/ paralisação é "terrorismo branco"/ sem sangue/ violência/ contudo acarretará prejuízo para a cidadania - as demandas judiciais da população. Entendo como justa a reivindicação/ todavia intempestiva a solução/ posto que o governo não dispõe de recursos para atendê-los.

O governador Flávio Dino anuncia o pagamento de julho para o dia 30. A certeza possibilita a alimentação/ medicamentos/ pagamentos de empregados/ serviços. Contudo a inadimplência de algumas despesas perduram para a maioria dos funcionários/ como decorrência da crise.

Imaginem senhores laboriosos servidores do TJ-MA a impossibilidade do que hoje ainda é possível/ em decorrência do temido atraso no pagamento da folha de todos funcionários públicos do Maranhão? Bom senso/ equilíbrio/ consciência. A crise econômica atinge a todos sem distinção.

Vamos dividir o bolo/ as angustias/ aflições/ as perdas que são de todos os cidadãos/ funcionários públicos/ aposentados/ pensionistas muitos deles - principalmente os mais idosos - dependendo da regularidade do pagamentos da folha para sobreviverem. Quantos seriam prejudicados?

33 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.