Publicidade

RENUNCIAR SERIA A SOLUÇÃO : RIBAMAR ALVES NÃO REÚNE CONDIÇÕES MORAIS/ LEGAIS PARA ADMINISTRAR SANTA INÊS

O ainda ergastulado - preso em Pedrinhas - prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves deveria renunciar o mandato que lhe foi  outorgado pelo respeitado povo do citado município.

Ribamar Alves não mais reúne condições morais/ legais para voltar a ser o alcaide, ainda que consiga o relaxar o flagrante antes do prazo de impedimento - 15 de março.

A renúncia seria a forma inteligente de justificar-se/ penitenciar-se com o povo de Santa Inês. Alves fora dos holofotes o clamor público aplaca/ atenua a repercussão do hediondo crime.

Pede para sair Ribamar/ antes que te botem para fora. Ribamar tu tens a maioria dos vereadores/ mas perdeste o respeito do povo. Ajoelha-te em renuncia como forma de penitência.


 

2 comentários:

Unknown disse...

As pessoas de um modo geral imitem opiniões e formam convicções sobre sobre qualquer assunto de relevo social. Mas todo profissional de imprensa tem o dever de primar pela competência e, principalmente, pela ética quando se dispõe a emitir opinião enquanto titular de um instrumento legal de informação como os blogues. Nesse passo, ao se referir ao prefeito de Santa Inês, absurdamente preso sob acusação de estrupo, e só está lá por obra e graça de interesse políticos escusos. A acusação foi plantada sob a força do totalitarismo dos Delegados que conduziram o Inquérito. Além das provas (laudo pericial de corpo de delito) que afasta por inexistência de violência a imputação de estrupo, e que a própria vitima diz não ter sofrido um arranhão seque. O único instrumento que invadiu o corpo foi em local apropriado e porque ela quis e permitiu. Ademais, contrariando a posição desse blog, em Santa Inês a população está indignada com postura da policia e da absurda acusação onde é unânime a demostração de interesse políticos escuso para tirar o mandato do prefeito.
Esquecem os protagonistas que existem precedentes de prisão preventiva não tem força para impedir que o prefeito administre o município do ergástulo. Por tanto, para que se faça JUSTIÇA,o prefeito deve sim continuar o mandato que o povo de Santa Inês lhe outorgou. Isto assegura o direito de todos-população e prefeito. Por muito do que isso essa por crimes muito mais graves-contra a saúde por exemplo-tem muito políticos ainda soltos.

Cesar Bello disse...

O estupro é fato. O flagrante infelizmente deixou margem para seu relaxamento. Unknown o autor do crime que vc defende tem histórico de outro s crimes contra as mulheres, inclusive uma juíza. E vc ainda acha que ele tem condições morais/ éticas/ legais de continuar no cargo ? A população de Santa Inês está indignada com Ribamar Alves. O crime é hediondo - estupro - e vc me vem com esse papo de totalitarismo. laudo pericial atesta violência física. A vitima sofreu violência psicológica- ela não queria fazer sexo.

Postar um comentário

 
Tecnologia do Blogger.