FIM DA IMPUNIDADE : A MARCA DO 1 ANO DO GOVERNO DE FLÁVIO DINO

O fim da impunidade é marca do primeiro ano do governo de Flávio Dino. O fim dos privilégios/ privilegiados/ proteção/ protegidos foi promessa de campanha.

Empresários/ médicos/ policiais militares/ funcionários públicos/ ex-prefeitos foram presos após criteriosas investigações em obediência ao devido processo legal.

A Operação Cayene prendeu os responsáveis por desvios- entre 2013/2014 - de mais de 34 milhões que seriam destinados a Educação a Distância no Maranhão.

Pacovan/ prefeitos/ ex-prefeitos/ empresários/ foram presos por decreto judicial- Prisão Preventiva -por envolvimento com agiotagem/ desvios das verbas públicas.

Auditorias identificaram  desvios nas contas da Secretaria de Saúde administrada por Ricardo Murad durante o governo de Roseana Sarney- 9 milhões em bens foram bloqueados.

Donos de autoescolas/ funcionários do Detran foram identificados/ flagrados/ presos por envolvimento no esquema de concessão de carteira de motorista fraudulentas no Estado.

Médicos/ medicas legistas foram presos/ afastados/ outros/ outras são investigados por participação dolosa no esquema de concessão de benefícios provenientes de acidente de trânsito.

O Chefe da Casa Civil dos governos Sarney, o sócio de Jorge Murad, João Abreu foi preso sob acusação de receber 3 milhões em propina- 3 milhões de bens de Abreu também estão bloqueados.   

Tudo isso ocorreu em 9 meses. Durante os últimos 50 anos vários escândalos na Educação/ Detran/ Saúde/ DPVAT/ Polícia Militar/ eram abafados, indo para a "galeria da impunidade". Lembram dos atos secretos? Deu até funk.

Existiam os "amigos catarro"- os do fundo do peito - que matavam/ roubavam/ traficavam/ desviavam e no máximo eram colocados "em disponibilidade". Quantos crimes ficaram sem punição?

12 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.