GESTÃO NA CAPITAL : 24 ANOS DE SARNEY X 30 DA OPOSIÇÃO

Qualquer análise séria/ desprovida de interesse eleitoreiro sobre a gestão dos prefeitos da Capital do Maranhão - nos últimos 50 anos - deve remontar 400 Anos- fundada por franceses/ invadida por holandeses/ colonizada por portugueses/ nasceu sem planejamento/ viveu sem saneamento.

Diz o ditado que panela que muitos mexem, a comida sai insossa ou salgada. Por conta das mãos ligeiras/ belicosas/ avidas dos franceses/holandeses/ portugueses  o Padre Vieira questionou : o que se há de fazer em uma terra em que o sal não salga e a terra não se deixa salgar"?

Passado 4 séculos o tempero- insosso/salgado mudou nos últimos 50 anos? Foram 24 anos de gestões sarneístas(José Libério/ Haroldo Tavares/ Bayma Junior/ Ivar Saldanha/ Mauro Fecury/ Roberto Macieira, contra 30 da antiga da ex-oposição( Gardênia Gonçalves/ Jackson Lago/ Conceição Andrade/ Tadeu Palácio/ Holanda Jr. 

Nos "anos de chumbo"(1970/1984)- 24 anos - Sarney nomeou todos prefeitos, que receberam vultuosos recursos federais para saúde/saneamento/infraestrutura. Mas pouco se pode falar de resultados- exceção ao Anel Viário gestado na administração do visionário Haroldo Tavares, obra que até hoje facilita a mobilidade urbana.

As gestões oposicionistas foram todas massacradas pelo Sistema Mirante/ prejudicadas pelo poder do ex- José Tudo- Presidente dos Partidos Governistas(PDS/PFL)/ Presidente da República/ eterno Presidente do Senado. Jackson Lago escapou chamando a população para participar do Orçamento Público, em época que a regularidade dos recursos permitia diálogos, com resultados produzidos pelo "caixa próprio "da Prefeitura da Capital.

A seguir Conceição Andrade sarneizou  na esperança de prover-se de recursos. Ao final da gestão sem os recursos prometidos por Sarney, Conceição percebeu que fora atraída para morrer de "facada política"- próximo/ com os gritos abafados pelo soluço/choro/canto arrependido da traição :

"Conceição eu me lembro muito bem/ vivia no morro a sonhar/ com coisas que o morro não tem/ foi então que lá em cima apareceu/ alguém que lhe disse que descendo a cidade ela iria subir/ se subiu ninguém sabe/ ninguém viu/ pois estranhos caminho pisou e seu nome mudou/ e agora daria 1 milhão para ser outra vez Conceição.

Tadeu Palácio demorou um pouco mais para aderir aos Sarney, mas terminou no Palácio dos Leões, sonhando com o pai carcamano que lhe dizia : Tadeu filha meu, passa Palácio ao nome teu". Tadeu Palácio finou politicamente como Secretário de Turismo no fim dos último dos governos Sarney com a graça do Nosso senhor Jesus Cristo e as benção do Padre Vieira.

Voltamos com a análise completa da gestão de Edvaldo Holanda Junior, mostrando que o mal- Sarney/Sistema Mirante - não dorme, o impiedoso quadruplicado massacre sobre a gestão de Holanda Junior, com o objetivo de atingir Flávio Dino e visando as eleições 2016/2018, bem como a reação de Holanda Junior em parceria com Flávio Dino. 



9 comentários:

 
Tecnologia do Blogger.